Sem Vítor Pereira, veja o aproveitamento do Corinthians

Pupilo de Vítor Pereira, Filipe Almeida comandará o Timão contra o Fla (Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians)


Vítor Pereira não estará à beira do gramado do Maracanã nesta quarta-feira (2), quando o Corinthians enfrenta o Flamengo, às 21h30, pela 35ª rodada do Brasileirão. O treinador levou o terceiro cartão amarelo contra o Goiás e cumprirá suspensão diante do Rubro-Negro. Os outros cartões para o treinador corintiano foram na derrota contra o Fortaleza e no empate com o São Paulo.

+ Confira detalhes da terceira camisa e a nova linha do Corinthians em alusão ao Mundial do Japão

Este será o quarto confronto no qual VP estará impedido de comandar a equipe por suspensão. Na Libertadores, o técnico português foi suspenso na fase de grupos, no empate por 1 a 1 com o Boca Juniors, na Bombonera, e não assinou a súmula na rodada seguinte, no empate por 1 a 1 com o Always Ready-BOL, na Neo Química Arena.

No primeiro turno do Brasileirão, Vítor recebeu um amarelo e depois um cartão vermelho por questionar as decisões da arbitragem na vitória por 1 a 0 sobre o Flamengo, em Itaquera. Dessa forma, ele não comandou o Corinthians na derrota contra o Ceará e na vitória sobre o Coritiba.

+ Confira a tabela do Brasileirão e simule a reta final da competição

Sem Vítor Pereira, Filipe Almeida ficará à beira do gramado nesta quarta-feira. Além de substituir o treinador nas ocasiões onde VP esteve suspenso, o auxiliar comandou a equipe na vitória por 2 a 0 sobre o Boca Juniors, na fase de grupos da Libertadores, pos Vítor havia testado positivo para Covid-19.

Mesmo sem poder estar no Maracanã, Vítor Pereira projetou o duelo contra os atuais campeões da Libertadores, e fez um apelo para que a arbitragem não interfira no resultado da partida.

-Temos que voltar no nosso melhor nível e discutir o jogo com eles (Flamengo). Eles ganharam o título (Libertadores) e tem que gerir. Nós vamos continuar o nosso trabalho de forma empenhada, focado em ir lá e discutir os três pontos. Espero que os protagonistas sejam os jogadores e que a arbitragem seja igual ao que vi na final da Copa do Brasil. A arbitragem do Maracanã foi de um nível muito alto. Acabou o jogo e não se falou de arbitragem, isso significa que esteve em um nível muito alto. É uma arbitragem dessas que uma reta final de campeonato exige - disse o treinador após o empate com o Goiás.

Com Filipe Almeida, o Corinthians soma duas vitórias, um empate e uma derrota, com sete gols marcados e cinco sofridos.