Sem ser utilizado, Ganso vai perdendo oportunidade de se firmar no futebol europeu

Para quem conhece o talento do Paulo Henrique Ganso, sabe que ele poderia para o Sevilla ser útil no duelo desta terça-feira, 15, contra o Leicester. Mas o time espanhol foi eliminado da Champions League e o brasileiro nem viu o jogo do banco de reservas, realidade que ele se acostumou a viver nos últimos meses.

Contratado como um dos grandes reforços do clube na temporada e não é segredo para ninguém que o jogador se tornou uma decepção para todos na Espanha. Sem jogar uma partida oficial desde os primeiros dias do ano, o fracasso parece ser quase uma “opção”, como apontou o próprio treinador Jorge Sampaoli.

"Estamos exigindo muito de Paulo porque estávamos esperançosos quando ele veio aqui, sabemos o que pode jogar. Ele não está jogando quase que por sua própria decisão. Quando ele quiser, ninguém será capaz de deixar Ganso longe da equipe”, afirmou o técnico na última vez que falou do atleta em coletiva.

Entender o fracasso do meia é uma tarefa complicada. O ex-são-paulino sabe que essa é uma oportunidade ouro para sua carreira e, segundo o correspondente da Goal em Sevilla, Paco Rico, o jogador e a família estão muito bem adaptados à cidade e à língua local.

“(Mas) agora, ele é a última opção para Sampaoli no meio-campo. Ele não joga desde 4 de janeiro. Ganso não teve uma pré-temporada normal. Assinou sua transferência na última semana de semana de julho e depois se lesionou, ficando sem treinar”, relembra o jornalista.

“Os comentaristas alertaram para sua lentidão em campo logo no início da temporada e os torcedores o criticaram por isso. Depois de jogos bons contra Alavés e Dínamo Zagreb, a esperança voltou a subir, mas ele foi caindo principalmente por não ajudar a defender.”

Paulo Henrique Ganso Sevilla

“Por fim, sei que sua esposa deu à luz ao terceiro filho do casal há algumas semanas e ele esteve um pouco distraído desde então”, aponta Paco.

De fato, além desses problemas, cabe lembrar que o Paulo Henrique Ganso também tem uma grande disputa no meio-campo, e atletas como Nasri, N'Zonzi e Franco Vázquez estão bem à frente dele na disputa por vaga no time. Até reservas como Iborra e Kranevitter estão em melhor fase. 

Mesmo assim, o correspondente da Goal não acredita que o fim da linha chegou para o habilidoso meia. Apesar de parecer estar perdendo a confiança nas suas chances no futebol europeu, ele deve ter mais oportunidades.

GFX Paulo Henrique Ganso Sevilla

“Eu acho que o problema para Ganso é uma mistura de circunstâncias. Creio que ele precise de mais oportunidades para se acostumar com o futebol europeu, mas o Sevilla está tentando competir contra o Barcelona e Real Madrid para ganhar La Liga, então Sampaoli não pode dar oportunidades para Ganso se ele não está jogando bem.”

“Só que possivelmente Ganso terá outra oportunidade em Sevilla na próxima temporada, porque eles pagaram 10 milhões de euros para contratá-lo, quantia que só era gasta para trazer atacantes famosos antes. Então, acho que eles vão esperar uma melhoria do Ganso”, finaliza Paco Rico.