Sem se ver no auge, Hamilton aponta busca na carreira: "Ser o melhor de todos os tempos"

Redação GP
Grande Prêmio

Dizem que o seu maior crítico é você mesmo, e Lewis Hamilton bem entende isso. Mesmo pentacampeão com diversos títulos seguidos, o inglês afirmou crer que ainda não está em seu melhor, e que busca ser o maior de todos os tempos.

 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O titular da Mercedes também tem se aproximado dos números e recordes de ninguém menos que Michael Schumacher. Apenas a dois títulos de alcançar o alemão, também soma em seu currículo 73 vitórias, apenas 18 a menos que o heptacampeão.

 

“Sinto que ainda não estou no meu melhor. Estou no caminho, ainda tenho muito trabalho a ser feito. Assinamos por mais dois anos, então 2019 e 2020 vão ser interessantes. Meu objetivo é fazer com que a Ferrari não seja campeã nesses anos, nem a Red Bull”, falou.

Lewis Hamilton (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)




O #44 contou ainda que está bastante ciente da ameaça apresentada por Charles Leclerc, piloto da Ferrari em 2019, e do já talentoso Max Verstappen. “Temos as Red Bull, que estão tentando se aproximar de nós em grande forma, temos um jovem Verstappen que quer conseguir um mundial. E agora temos Leclerc na Ferrari, que vai querer impressionar no ano que vem”, continuou.

 

“Esses caras são muito mais novos. Sou o terceiro piloto mais velho da F1 hoje, o que é ridículo porque tenho apenas 33 anos. Mas esses caras, eles são jovens. Então como me mantenho mais relevante, em forma, do que esses caras, como me mantenho mais focado e mais diligente do que eles? Esse é meu principal foco, ficar na frente deles”, completou.

 

Com a temporada encerrada, é hora de descansar, certo? Errado. Hamilton finalizou dizendo como vai sentar para refletir onde precisa melhorar. “O próximo mês vai ser para sentar e ver onde podemos melhorar. Eu pedi para minha equipe me mandar um e-mail de diferentes departamentos”, disse.

 

“Eles não precisam sequer me dizer de quem é o e-mail, apenas me dizer as coisas que eles acreditam que podem melhorar: se sentiu que houve alguma experiência neste ano que poderíamos ter feito melhor ou algo que eu disse que mudou a energia dentro do time. Pois estou buscando ser o melhor de todos os tempos e isso significa vencer em todas as áreas”, encerrou.


E se Hamilton busca ser o melhor de todos os tempos na F1, ele igualmente procura o título no Melhores do Ano. Vote no piloto nas categorias Melhor Piloto de F1 e Melhor Piloto do Ano.

 

Leia também