Sem poder narrar outra final da Libertadores, Galvão lamenta: 'Vou sentir falta'

LANCE!
·1 minuto de leitura


O narrador Galvão Bueno, da Globo, está fora de mais uma transmissão de final da Copa Libertadores. Após perder a decisão entre Flamengo e River Plate, em 2019, por problemas de saúde, o locutor esportivo não viverá outra exibição por desacordos da emissora com a Conmebol, que acordou os direitos de transmissão com o SBT. Galvão lamentou a situação.

+ Veja a tabela de classificação do Brasileirão Série A e simule os jogos


- Sempre fui questionado o que me faltou em minha vida profissional que completa 47 anos no mês que vem. Sempre disse que foi a Copa de 1970 porque comecei a narrar na Copa de 1974. Além, claro, dos jogos do Gustavo Kuerten e os títulos que ele conquistou. Mas olha, estou com a sensação que esse jogo de sábado entre Palmeiras e Santos vai entrar para lista. Lá para frente, quando eu parar, sinto que vou sentir falta de não ter narrado esse jogo - falou ele no programa "Seleção SporTV", nesta quinta-feira.

Galvão foi, por anos, o grande responsável por trazer aos brasileiros as emoções das finais de Libertadores. Com a mudança da "casa da Liberta" na TV aberta, Téo José foi o narrador escolhido para a finalíssima entre Palmeiras e Santos, no próximo dia 30, no Maracanã, às 17h (horário de Brasília).

O SBT promete uma megacobertura, com direito a mudanças na grade da programação. Na última edição, ainda no governo da Globo, Galvão foi escalado e chegou a viajar para cobrir o que seria o título do Flamengo, no Peru. Contudo, um infarto tirou o narrador da atração, que ficou com Luís Roberto.