Sem pedido de desculpa de Suárez, Uruguai reencontra Gana

Luis Suarez impede gol de Gana na Copa do Mundo de 2010. Foto: ROBERTO SCHMIDT/AFP via Getty Images
Luis Suarez impede gol de Gana na Copa do Mundo de 2010. Foto: ROBERTO SCHMIDT/AFP via Getty Images

Um reencontro com a história acontece no Catar nesta sexta-feira (02), às 12h, horário de Brasília. Uruguai e Gana, que protagonizaram um dos mais inesquecíveis jogos de Copa do Mundo na história, ficarão novamente frente a frente para uma decisão. Pelo grupo H os dois se enfrentam buscando uma vaga nas oitavas-de-final, e apenas um deles pode ir adiante, pois Portugal já garantiu a outra vaga do grupo.

Se vencer, Gana já se garante na próxima fase sem depender de nenhum resultado paralelo, e ainda luta pela primeira colocação do grupo. Já o Uruguai precisa vencer e ainda torcer para que a Coreia do Sul não ganhe de Portugal na outra partida do grupo, para não depender do saldo de gols.

Leia também:

Em 2010 Gana e Uruguai se enfrentaram pelas quartas-de-final da Copa do Mundo da África do Sul. O Uruguai ainda tem cinco remanescentes daquela equipe atuando na seleção: Luis Suárez, Edinson Cavani, Diego Godín, Martín Cáceres e o goleiro Fernando Muslera. Já a equipe de Gana está totalmente renovada.

Naquela partida o atacante Luis Suárez impediu com as mãos o gol que levaria Gana às semifinais, no último minuto da prorrogação.

Suárez falou sobre o lance em entrevista no Catar, e disse que não deve desculpas ao time de Gana.

"Não tenho que pedir desculpas, porque eu parei a bola com as minhas mãos e cometi o pênalti, mas foi o jogador de Gana que errou o pênalti, não eu", disse o uruguaio. Sobre o desejo da equipe de Gana se ‘vingar’ dos uruguaios por aquele lance ele completou:

-"Pensar que é uma revanche... Alguns deles tinham oito ou doze anos naquela época, só viram em imagens. Não se pode viver pensando no passado.”

Jogo histórico

O jogo de 2010 foi tenso e terminou empatado em 1 a 1, gols de Forlán e Muntari, duas das estrelas da Copa. Com o resultado o jogo foi para a prorrogação, que seguiu igual, com as duas equipes muito cansadas.

No último minuto de jogo Gana teve a chance perfeita, quando aconteceu um bate-rebate na área uruguaia que foi salvo por Luis Suárez em cima da linha. Mais uma finalização de Gana acontece e é salva novamente em cima da linha, mas dessa vez com ajuda das mãos de Suárez, que acabou expulso pelo lance. Gana teve a chance de ser o primeiro país africano a chegar em uma semifinal, mas a cobrança de pênalti de Asamoah Gyan carimbou a trave.

O jogo foi encerrado e os times se prepararam para uma disputa de pênaltis, que acabou sendo vencida pelo Uruguai por 4 a 2. A imagem de Luis Suárez comemorando na entrada do túnel quando Gyan errou a cobrança ainda na prorrogação marcou a Copa e em especial os torcedores ganeses, que jamais perdoaram o atacante.