Sem pódio, Zanetti avalia erro nas argolas: 'Fui para o tudo ou nada'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Campeão olímpico em 2012 e medalha de prata em 2016, Arthur Zanetti deixa os Jogos Olímpicos de Tóquio sem pódio. O brasileiro fez boa apresentação na final das argolas nesta segunda-feira, mas acabou errando a chegada, o que interferiu na nota de 14.133, que o deixou na 8ª posição. O ginasta comentou a performance em entrevista à 'TV Globo'.

+ Rebeca Andrade fica em quinto na final do solo nos Jogos Olímpicos

- A gente já fez o nosso papel, lá em 2012. O que viesse a partir de então era lucro. A gente foi para o tudo ou nada. Se a gente fizesse na rotina, não subiria no pódio. A gente aumentou a nota de partida com a saída, que é muito difícil. Tentamos, arriscamos. Dessa vez não deu certo, mas é trabalhar para o futuro - disse, antes de emendar:

+ Simone Biles vai disputar a final da trave nesta terça na Olimpíada

- Agora eu não penso mais nada, só estou querendo dar uma descansada. Não sei do ano que vem, não sei desse ano. Agora é dar uma relaxada na cabeça, não no corpo. A mente está precisando, Olimpíadas desgastam demais - disse o brasileiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos