Sem objetivos na Série B, Cruzeiro é goleado pelo Vitória

·4 min de leitura


Sem grandes sonhos dentro da Série B do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro perdeu por 3 a 0 para o Vitória, em duelo disputado na noite deste domingo, no Barradão, na Bahia. O resultado é importante para o Leão que chegou aos 40 pontos, está fora da zona de rebaixamento, com dois pontos a mais que o Brusque - primeiro time entre os quatro últimos colocados. Já a Raposa está na 11ª posição, com 46 pontos e não cai mais, mas também não tem chances de acesso à Série A.

Justamente por não sonhar com mais nada no Campeonato Brasileiro da Segunda Divisão, o Cruzeiro entrou em campo relaxado. E isso foi prejudicial para a Raposa, afinal, completamente desligado no primeiro tempo, o time de Minas Gerais facilitou as ações do Vitória que abriu 3 a 0 logo na etapa inicial. No segundo tempo, os comandados por Vanderlei Luxemburgo voltaram com outra postura, mas pouco conseguiram evoluir em relação ao que apresentaram na etapa inicial do duelo.

Na próxima rodada o Cruzeiro vai até o Castelão enfrentar o Sampaio Corrêa, na sexta-feira (19), às 21h30 (de Brasília). Já o Vitória segue sua luta para escapar da Série C e enfrenta o CRB, na segunda-feira (22), no Rei Pelé, às 18h.

Primeiro tempo

O duelo começou bastante movimentado. Logo aos três minutos, em cobrança de falta pela esquerda, o atacante Thiago conseguiu o desvio, mas mandou direto para o próprio gol e fez contra. O detalhe é que no minuto anterior, com Fabinho, o Vitória mandou uma bola na trave.

O clube da casa com o resultado logo aos três minutos de jogo, conseguiu ter mais cautela para tomar suas ações de jogo. Com volume de jogo maior, já que nos primeiros minutos de jogo já tinha finalizado três vezes, aos sete a O Leão chegou ao segundo tento. O time da casa trocou passes, com tranquilidade, e Wallace fez o lançamento para Roberto. Ele aproveitou a bobeira da defesa celeste e mandou para David marcar o segundo.

Completamente desligado em campo, com dois gols contra em sete minutos de partida, o Cruzeiro se segurava em campo. Era um amontoado de atletas correndo atrás de uma bola, sem sentido, sem motivos. O Vitória, por sua vez, conseguia fazer o que queria: buscou um placar logo nos primeiros minutos e isso lhe dava oportunidade de pensar o duelo de maneira mais cautelosa.

O Cruzeiro estava sem criatividade e com dificuldades em campo. Na direita, por exemplo, Norberto fazia um primeiro tempo bastante comprometedor. E por ali o time da casa aproveitava para se lançar ao ataque com toda força do mundo.

Aos 37, o Vitória chegou ao terceiro gol. David ganhou de Rhodolfo no corpo, tabelou com o companheiro e finalizou cruzado, no cantinho, para ampliar a contagem. O árbitro até checou com seus companheiros a validade do lance e confirmou o tento.

Segundo tempo

Incomodado com o resultado, o técnico Vanderlei Luxemburgo fez uma série de alterações em sua equipe. Apesar de não ter mais riscos de queda para a Série C, o treinador ainda queria terminar a competição com alguma determinação - apesar de ter pouca motivação para isso. As mudanças, inclusive, serviam já para o treinador observar atletas para a próxima temporada.

Na volta do intervalo o Cruzeiro tentou segurar mais a bola nos pés. Porém, ter o jogo controlado não significou mais oportunidades.

E aos poucos as chances eram criadas, para os dois lados. O goleiro Fábio fez, pelo menos, duas grandes defesas até os 25 minutos, em chutes de longa distância. Já o arqueiro do Vitória, Lucas Arcanjo, também conseguiu ser eficiente e, no mesmo período de tempo, conseguiu fazer importantes defesas.

Apesar das tentativas, os lados não tentaram grandes coisas além e o resultado final foi concretizado ainda no primeiro tempo quando o Vitória marcou três gols e garantiu os três pontos na tabela.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA
VITORIA 3 X 0 CRUZEIRO

Data: 9 de novembro de 2021
Horário: 19h (de Brasília)
Local: Barradão, Salvador (BA)
Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva e Cristhian Passos Sorence ( ambos de GO)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha(GO)
Gols: David, Thiago (Contra) (Vitória)
Cartões amarelos: Wellington Nem (Cruzeiro)
Cartões vermelhos:

VITÓRIA-BA (Técnico: Wagner Lopes)
Lucas Arcanjo; Raul Prata, Thalisson Kelven, Wallace Reis, Roberto, João Pedro (Marco Antônio), Eduardo (Cedric), Bruno Oliveira (Soares), Fabinho (Caíque Souza), David, Marcinho (Alisson Santos)

Cruzeiro (Técnico: Vanderlei Luxemburgo)
Fábio, Norberto (Marco Antônio), Rhodolfo, Eduardo Brock, Felipe Augusto (Jean), Lucas Ventura, Rômulo, Giovanni (Claudinho), Wellington Nem (Marcinho), Vitor (Vitor Roque), Thiago

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos