Sem movimento por Jorge Jesus, declaração do técnico é vista no Flamengo como 'troco'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Jorge Jesus e Marcos Braz: técnico fez história no Flamengo entre 2019 e 2020 (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


As fortes declarações de Jorge Jesus, que afirmou que quer voltar ao Flamengo, mas deu prazo para ser procurado pelo clube, foram encaradas por parte dos dirigentes do Fla como uma resposta à passagem de Marcos Braz e Bruno Spindel por Portugal, em 2021, que tumultuaram o "ambiente" do Mister no comando do Benfica. Afinal, não há qualquer movimento no clube pela volta do Mister.

E MAIS: Confira a classificação e as próximas rodadas do Brasileirão!

A partir do momento que a diretoria entendeu que o "tempo havia deixado de ser um aliado" na procura por um técnico, não houve qualquer movimento a mais pelo retorno de Jorge Jesus. Pelo contrário, Spindel e Braz priorizaram as conversas com Paulo Sousa e acertaram com o técnico, que deixou a seleção da Polônia e assumiu, com sua comissão técnica, o comando da equipe em janeiro. Desde então, não houve qualquer movimento do Fla pela volta do Mister.

A passagem da dupla de dirigentes do Flamengo por Portugal, em dezembro, gerou incômodo à relação entre Jorge Jesus em Benfica - relembre a cronologia da novela, com as declarações e posições aqui!

Com boa relação com o Mister, Marcos Braz ainda não esteve com Jorge Jesus em sua passagem pelo Rio de Janeiro. O ex-treinador do Flamengo chegou à cidade no último dia 27, para acompanhar os desfiles das escolas de samba, acompanhado da esposa e filho.

Após os vices da Supercopa e do Carioca, a diretoria foi a público reforçar a confiança no trabalho que está sendo desenvolvido por Paulo Sousa e sua comissão técnica. As atuações recentes voltaram a elevar as cobranças da torcida em cima do time e do treinador, cujo respaldo parte do diretor de futebol Bruno Spindel e do vice-presidente Marcos Braz, nomes fortes do futebol rubro-negro.

Uma troca no comando da equipe não é cogitada no momento, por mais que o nome de Jorge Jesus seja bem avaliado internamente.

Desde a chegada de Paulo Sousa está em curso uma reformulação do elenco (17 jogadores saíram em 2022) e de metodologias no Ninho.

Em campo, são 23 jogos sob o comando o técnico: 14 vitórias, seis empates e três derrotas. O desempenho do time tem sido oscilante.

Além disso, o contrato com o atual técnico - válido até dezembro de 2023 - conta com alta multa rescisória em caso de rompimento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos