Sem marcar há um mês, Luiz Araújo volta ao São Paulo 'com força total'

Guilherme Amaro

Poupado do jogo contra o Defensa y Justicia (ARG), na última quarta-feira, na Argentina, o atacante Luiz Araújo é uma das armas do São Paulo para o confronto com o Linense, neste sábado, às 16h, pela volta das quartas de final do Paulistão. O jogador diz estar com "força total" para ajudar o Tricolor a avançar à semifinal - o time pode até perder por um gol de diferença, já que venceu o duelo de ida por 2 a 0.

- Foi uma opção do Rogério de eu ter ficado no Brasil, e agora com certeza estou mais descansado, com força total, preparado para esse jogo. Vou dar meu melhor para ajudar o São Paulo a sair classificado - disse o atacante, em entrevista ao LANCE!.

Luiz Araújo completa justamente neste sábado um mês sem marcar - o último gol foi na vitória por 3 a 1 sobre o ABC, em 8 de março, pela Copa do Brasil. O atacante, por sua vez, minimiza o jejum e afirma estar tranquilo. Para reforçar o argumento, ele lembra de suas características e da boa fase com a camisa do São Paulo.

- Eu sou jogador de lado do campo, então procuro sempre ajudar na marcação ou dando assistência. O mais importante não é quem faz o gol, e sim o time sair vitorioso. Claro que todo jogador quer fazer gol e ajudar, mas estou tranquilo quanto a isso. Estou vivendo um bom momento, e quero ajudar o São Paulo da melhor maneira possível, seja com gol ou dando carrinho lá no nosso campo de defesa - afirmou.

O técnico Rogério Ceni não divulgou a escalação, e Luiz Araújo pode ser o único jogador considerado titular do sistema ofensivo a atuar contra o Linense. Aos 20 anos, ele se diz preparado para essa sequência de mata-matas no São Paulo. Confira o restante da entrevista abaixo:

Como administrar a vantagem sem haver um relaxamento?
A gente conversa que é um jogo importantíssimo como foi o primeiro. Não tem nada ganho, tem a vantagem e tem que saber aproveitar, mas vamos entrar focados na vitória. Estamos dentro de casa, com o apoio da nossa torcida e preparados para fazer um grande jogo.

Como se preparar para a sequência de mata-matas pelo Paulistão, Sul-Americana e Copa do Brasil?
Sabemos da responsabilidade de jogar no São Paulo, com competições de alto nível. Entramos preparados e preparados para todos os jogos. Não vamos mudar o estilo de jogo por conta da competição. Sempre procuramos manter nossa característica, marcando em cima e sendo ofensivo, independentemente do campeonato.

Como analisa o momento do time, que agora tem feito menos gols, mas também tem sofrido menos gols?
Acho que o time está bem. O importante não é fazer dez gols, e sim fazer excelentes jogos. Contra o Linense, por exemplo, foi 2 a 0, mas mandamos no jogo, e isso que é o mais importante. Estamos evoluindo a cada jogo.

O São Paulo está invicto há sete jogos, mas só com duas vitórias e cinco empates. Como está agora a expectativa para o jogo contra o Linense?
Fizemos um excelente jogo na ida, e isso nos traz confiança. Não é nem pelo placar, e sim pelo volume de jogo. O grupo está evoluindo, e acredito que vamos forte para o jogo e para o restante da temporada Não vai faltar vontade, luta e garra. Esperamos que a torcida compareça para nos ajudar, porque isso é muito importante.



















E MAIS: