Sem máscaras, torcedores do Atlético-MG promovem aglomeração no entorno do Mineirão

·1 minuto de leitura


A volta do torcedor do Atlético-MG ao estádio, primeiro clube com público em Minas desde que a pandemia começou em 2020, foi cheia de erros na fiscalização interna, que permitiu aglomerações na entrada do Mineirão antes do duelo contra o River Plate, nesta quarta-feira, 18 de agosto, pelas quartas de final da Libertadores.

+ Veja a chaveamento da Libertadores até a final

Dentro do Gigante da Pampulha, via-se muitos atleticanos muito próximos, aglomerados, sem usar máscaras ou não respeitando o distanciamento social que os protocolos contra a Covid-19 exigiam.

Mas a pior situação foi fora do Mineirão, no entorno do estádio. Os torcedores não respeitaram em momento algum qualquer regra de distanciamento, o que mostrou que ainda há um longo caminho para que haja a totalidade de público nos jogos de futebol.

Belo Horizonte liberou 30% da capacidade do Mineirão para receber público, algo em torno de 18 mil pessoas. Todavia, o que se viu antes, na entrada para o campo e durante o jogo, as regras de combate ao coronavírus foram totalmente deixadas de lado. Confira no vídeo acima imagens dos atleticanos aglomerados.

Poucas pessoas respeitaram o protocolo de segurança sanitária contra a Covid-19, usando máscaras dentro do estádio
Poucas pessoas respeitaram o protocolo de segurança sanitária contra a Covid-19, usando máscaras dentro do estádio

Poucas pessoas respeitaram o protocolo de segurança sanitária contra a Covid-19, usando máscaras dentro do estádio-(Pedro Souza/Atlético-MG)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos