Sem Gabigol, Pedro pode ampliar maior sequência como titular no Flamengo e números de respeito

·2 min de leitura


Depois de uma classificação antecipada às oitavas de final da Libertadores, o Flamengo pôde respirar aliviado e constatar um saldo mais do que positivo quanto à garotada do sub-20 chamada às pressas, por exemplo, em meio a um surto de Covid-19 no elenco (19 infectados, ao todo). E, entre os meninos da base, Pedro se destacou como referência e chegou à sua maior sequência como titular no clube: três jogos consecutivos. E os números são de respeito.

Ao todo, Pedro soma 26 jogos pelo Rubro-Negro, com 11 gols marcados e duas assistências. Das bolas na rede, três surgiram somente nos últimos três jogos do clube, justamente o seu recorde quanto a participações seguidas iniciando entre os titulares. Agora, sobretudo sem Gabigol (lesionado) como opção, tende a ampliar tal sequência.




Por falar em Gabigol, na última partida, goleada sobre o Independiente Del Valle (4 a 0), iniciou ao lado do camisa 9, que o serviu para o seu tento. E ambos têm ótimas recordações quando isso ocorre: em todos os quatro jogos que a dupla começou lado a lado, o Flamengo venceu - antes do jogo da última quarta, o Del Valle já havia sido vítima pela volta da Recopa, além de Boavista, pela final da Taça Guanabara, e Fluminense, pela ida da final do Carioca.

OS NÚMEROS DE RESPEITO

Ou seja, iniciando com Gabriel Barbosa ou não, Pedro tem correspondido às expectativas e sido letal no ataque rubro-negro. Cercado de garotada, o camisa 21 precisou de apenas 80 minutos para marcar um gol nos três últimos jogos (contra Barcelona-EQU, Palmeiras e Del Valle).

Além disso, deu cinco chutes a gol, acertando todos no alvo - três, como já informado, entraram. E ainda: de acordo com o site especializado Sofascore, ele precisou de apenas 1.6 chutes para ir às redes, acumulando 75% de aproveitamento quanto à conversão de grandes chances criadas (3/4). Significativo.

A próxima oportunidade de Pedro seguir a toada e ecoar a ótima fase será neste domingo, contra o Athletico-PR, desta vez pelo Campeonato Brasileiro, no Maracanã. E o centroavante deve ver uma equipe "reforçada" por dez jogadores que tendem a retornar após recuperação da Covid-19 (leia mais aqui).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos