Sem destaques promovidos por Luxa, Verdão inicia campanha na Copinha

Gabriel Silva, que era do sub-17, é uma das apostas do Palmeiras na Copinha (Foto: Agência Palmeiras/Divulgação)
Gabriel Silva, que era do sub-17, é uma das apostas do Palmeiras na Copinha (Foto: Agência Palmeiras/Divulgação)


O Palmeiras inicia nesta quinta-feira, às 21h30, sua campanha na 51ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Sediado em Araraquara, o time enfrentará o União Rondonópolis com muitos jogadores da vencedora geração sub-17. O clube ainda busca seu primeiro título na competição.

O time será mais novo, porque o elenco profissional, comandado por Vanderlei Luxemburgo, contará com muitos jogadores da base em 2020. Esteves, Gabriel Menino, Alanzinho e Veron, por exemplo, estão inscritos na Copinha, mas vão fazer a pré-temporada a partir do dia 6. Eles só serão usados em caso de necessidade na reta final da competição, e se forem autorizados por Luxa.

Patrick de Paula e Angulo, que estavam no sub-20 até o ano passado, estouraram a idade e também foram promovidos. Vinicius Silvestre, Pedrão e Wesley completam a lista dos formados no Verdão que irão receber uma chance nesta temporada.

A Copinha é a oportunidade para jogadores como os atacantes Marcelinho e Gabriel Silva. Ambos têm 17 anos de idade, mas já começaram a se destacar no sub-20 e devem estar entre os principais nomes da equipe do técnico Wesley Carvalho.

- Estamos trabalhando diversos aspectos técnicos e táticos, já que boa parte do elenco é formada por atletas nascidos em 2002 e que faziam parte do time sub-17 anteriormente. Alguns já foram testados no Brasileiro e na Supercopa, e a nossa meta é brigar para estar entre os melhores. Isso também desperta a atenção do nosso elenco profissional, que já subiu alguns garotos nossos para a pré-temporada - afirmou o treinador.

O Verdão conseguiu em 2019 o seu recorde de títulos nas categorias de base: foram 34 ao todo. A geração sub-20 conseguiu conquistas como: o tricampeonato paulista consecutivo, a Copa do Brasil, o Torneio de Terborg, na Holanda, e a CEE Cup, na República Tcheca.

Torneio de base mais tradicional do país, a Copinha ainda não foi conquistada pelo Palmeiras, que teve em 1970 e 2003 suas melhores campanhas - foi vice-campeão em ambas. Apesar da fama da competição, esta não é tratada pela diretoria como uma obsessão, já que a maior preocupação tem sido mostrar bons resultados em torneios chancelados pela CBF, como o Brasileiro e a Copa do Brasil.

Sediado em Araquarara pela quarta vez, o Verdão precisa se classificar como um dos dois melhores de sua chave para avançar - serão seis fases de mata-mata em jogo único, até a decisão no dia 25 de janeiro, no Pacaembu. Além do União Rondonópolis, estão no grupo do Palmeiras o Petrolina e a Ferroviária.














Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também