Sem citar Montenegro, Bochecha, ex-Botafogo, manda recado após acesso à Série A: ‘Era só custo’

LANCE!
·2 minuto de leitura


Na última sexta-feira, 29, o Juventude conquistou o acesso à série A do futebol brasileiro. Dentre os jogadores no plantel do time de Caxias, está Gustavo Bochecha, ex-Botafogo. Através das redes sociais, o volante comemorou o acesso e, sem citar o nome do ex-presidente Carlos Augusto Montenegro, mandou um recado.

Botafogo ainda pode se salvar? Simule agora!

- Depois de 13 anos, o Juventude está de volta à série A. Sem duvidas um dos dias mais felizes da minha vida! Obrigado, Senhor. Obrigado aos verdadeiros pela torcida e a toda minha família por tudo! Só nos sabemos o que passamos no começo de 2020. “Estamos na série A”. O Bochecha era só custo, disse o amigão aí. Série A.

Bochecha se refere à entrevista de Montenegro ao Esporte Interativo em que o ex-presidente disse que o clube investiu no jogador, uma vez que imaginava que ele seria um “patrimônio”. No entanto, Montenegro destacou que ele se tornou “custo”.

- Não é só o que você cobra de alguém pelo jogador, tem também o que deixa de pagar. O custo do Bochecha, por ano, é R$ 1 milhão. Ele não estava jogando. O jogador tem até uma qualidade com a bola nos pés. O fato é que quando investimos no Bochecha, garoto, imaginamos que ele seria um patrimônio, mas hoje ele era só custo. O Juventude teve interesse nele, vendemos parte para o clube. Se o Bochecha amanhã for vendido para alguém, ótimo. Vamos ter 50%. Se ele não jogar bem, nós economizamos um milhão. Quanto custou o Bochecha? Quanto gastamos no jogador em 2019? Um milhão de reais. Foi para o Juventude, que vai pagar um milhão de reais. O Botafogo ganhou um milhão porque não vai ter que pagar isso

Em 33 partidas disputadas na série B pelo Juventude, Bochecha marcou cinco gols e contribuiu com quatro assistências.