Sem Cantillo, três brigam por vaga no meio-campo do Corinthians

Alexandre Guariglia
·3 minuto de leitura


Logo após o duelo com o São Paulo, Vagner Mancini já soube que teria um problema para escalar o Corinthians, uma vez que Cantillo teve detectada uma lesão na coxa direita e ficará afastado dos gramados até o fim do mês. No entanto, com seis dias de trabalho até enfrentar o Goiás, o técnico terá tempo suficiente para decidir quem ficará com a vaga no setor. Três estão na briga.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

GALERIA
> Oito anos do título Mundial do Corinthians: saiba onde estão os jogadores

Os principais candidatos a assumirem a posição do colombiano são: Xavier, Camacho e Roni. Durante esta semana "cheia" de trabalho, todos foram ou ainda serão testados no lugar do camisa 24, que havia recuperado a titularidade e foi responsável pelo belo lançamento para Otero marcar o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Tricolor, no Majestoso do último domingo.

Não está descartado, porém, uma mudança tática que permita, por exemplo, a entrada de Jô no ataque e o deslocamento de Léo Natel para uma das pontas, que é sua função de origem. Dessa forma, Gabriel, Otero, Cazares e Ramiro (que faria a composição mais defensiva) formariam o meio-campo como dois atacantes à frente. Essa, como dito acima, é uma opção que "corre por fora".

O mais provável, neste momento, é que Xavier seja o escolhido, principalmente por ter sido titular em oito dos 12 jogos de Mancini no Corinthians. Nas últimas cinco partidas, porém, ele estava suspenso em uma, foi reserva em três e contra o São Paulo não chegou a sair do banco de reserva. A única em que iniciou o duelo foi na vitória por 1 a 0 diante do Coritiba, fora de casa.

A segunda opção é Camacho, que tem um estilo de jogo diferente de Xavier, que preza mais pelo toque de bola apurado, com qualidade na saída e menos pelo poder de marcação. Foi ele o escolhido por Mancini para substituir Cantillo durante o clássico com o São Paulo, aos 42 minutos do primeiro tempo. Por ser um jogo em casa, contra um time que deve jogar fechado, pode virar titular. No entanto, ter sido titular apenas uma vez com Mancini pode pesar contra.

Como terceira opção, quem pode aparecer é Roni, que atuou com o sub-23 na última quinta-feira e já está reintegrado. O jovem tem uma chegada mais forte ao ataque e daria uma dinâmica maior ao meio-campo, mas foi titular somente em dois jogos com Mancini, contra o Atlético-MG e contra o Coritiba. Por esse motivo, seria o menos provável de ocupar a posição de Cantillo no setor.

Neste sábado e neste domingo, o treinador corintiano terá mais dois dias de treinamento para definir quem ficará com essa vaga no meio-campo. Fato é que ele será obrigado a mexer no time mais uma vez, como tem sido praxe desde que chegou ao clube há cerca de dois meses. Contra o Goiás, na 26ª rodada, Mancini tentará a primeira sequência de vitórias da equipe no Brasileirão, em que o Alvinegro ocupa a 10ª posição na tabela, com 33 pontos.