Sem búlgara, Bauru aposta no 'fator Vanessa' para semi contra o Minas

LANCE!
·2 minuto de leitura


Resolver em momentos decisivos não é novidade para Vanessa Janke, ponteira do Sesi Vôlei Bauru e agenciada pela Pro Sports. A jogadora de 30 anos foi um dos destaques da classificação da equipe paulista para a semifinal da Superliga feminina de vôlei.

A catarinense de Pomerode será uma arma importante para o primeiro duelo da série melhor de três contra o Itambé/Minas, nesta sexta-feira, às 21h30, no Centro De Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ).

Um dos nomes mais identificados com a camisa bauruense, Vanessa roubou a cena no terceiro triunfo das quartas de final, contra o Sesc RJ Flamengo, comandado por Bernardinho. O Sesi Vôlei Bauru, do técnico Rubinho, fechou o jogo por 3 sets a 2 e a série por 2 a 1.

Janke substituiu a búlgara Dobriana Rabadzhieva, que sofreu uma lesão no menisco do joelho direito, e marcou sete pontos, com ótimos 54% de aproveitamento em ataques e uma sequência fundamental de pontos no tie-break. Ela contou a estratégia para resolver nos momentos mais delicados.

– Estou sempre preparada para executar na hora dos jogos tudo aquilo que realizo nos treinos. É fundamental você se preparar e estar pronto para executar. Minha responsabilidade continua a mesma. Continuo tendo que fazer tudo que sempre fiz e não seria agora que seria diferente, então apenas preciso seguir o caminho e não procurar a pressão – afirma Vanessa.

Não é a primeira vez que a ponteira ajuda a eliminar a tradicional equipe carioca. Na temporada 2018/2019, ela também saiu do banco para ser um dos nomes da classificação à semifinal. Na ocasião, o Bauru acabaria eliminado pelo Dentil/Praia Clube em seguida. Desta vez, a atleta acredita que o desfecho pode ser diferente.

– Na reta final de toda temporada a equipe amadurece e encontra caminhos para o sucesso. Oscilamos muito ao longo de toda competição e procuramos sempre corrigir nossos erros rapidamente. Acredito que o aspecto coletivo foi o que se sobressaiu – avalia Vanessa.

Para derrotar o Minas, equipe que teve a melhor campanha na fase classificatória da Superliga, a ponteira pede disciplina tática e atenção sobre um fundamento em especial.

– Teremos que entrar 100% focadas na estratégia tática montada pelo Rubinho e dar o nosso melhor. Sacar bem será uma arma importante – concluiu a atacante.