Seleções Europeias seguem protestando contra a Copa do Mundo no Catar - entenda o cenário

Lucas Humberto
·2 minuto de leitura

Os gramados do Velho Continente não estão sendo palco somente das Eliminatórias. Nos últimos dias, várias seleções protestaram contra a exploração de trabalhadores durante a construção de estádios no Catar. O jornal The Guardian revelou que 6,5 mil imigrantes morreram desde o início das obras para receber a próxima Copa do Mundo.

A Anistia Internacional enviou uma carta à FIFA pedindo providências com relação ao que está ocorrendo no país. "FIFA tem a responsabilidade de diminuir os riscos aos direitos humanos que crescem com o aumento dos negócios em setores criados pelo torneio. No mínimo, isso significa que a FIFA deve usar toda a extensão de sua influência para cobrar o Qatar para implementar e fazer cumprir com urgência as próprias reformas do governo para garantir que os direitos trabalhistas de todos os trabalhadores migrantes sejam protegidos".

Diante de todo cenário político, algumas seleções se posicionaram em protesto antes das partidas. Veja.

Seleção Norueguesa

Erling Haaland e seus companheiros entraram nos gramados com camisetas pedindo "Direitos Humanos dentro e fora de campo".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Seleção Alemã

Os 11 titulares de Joachim Löw entraram em campo estampando os dizeres "Direitos Humanos". Após a partida, o meio-campista Leon Goretzka explicou a atitude: "Nós mesmos desenhamos as letras em nossas camisetas. Alcançamos um grande público e podemos usar isso de uma forma formidável para enviar sinais a favor dos valores que defendemos".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Seleção Holandesa

A Laranja Mecânica escolheu entrar em campo com camisas estampando a frase: "Futebol apoia mudanças".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Seleção Dinamarquesa

A Dinamarca deu um verdadeiro 'show' na partida do último domingo (28), ao aplicar 8 a 0 sobre a Moldávia. Antes da partida, os atletas adentraram as quatro linhas utilizando camisas que diziam "Futebol apoia mudanças".

Seleção Dinamarquesa venceu a Moldávia por 8 a 0. | BO AMSTRUP/Getty Images
Seleção Dinamarquesa venceu a Moldávia por 8 a 0. | BO AMSTRUP/Getty Images

Ao longo do torneio, novas seleções devem se mobilizar. O astro do Borussia Dortmund e seus compatriotas seguem protestando e já 'convocaram' outros colegas de profissão. A Seleção Norueguesa utilizou camisetas com os dizeres: "Quem é o próximo?'.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.