Seleção: Vini Jr faz do Qatar o quintal de casa e mostra personalidade em vitória


Para quem viu de longe, algumas pessoas poderiam achar que Vini Jr estava confundindo o Estádio Lusail, no Qatar, com algum campinho de São Gonçalo, bairro do Rio de Janeiro onde nasceu e foi criado. Na vitória da Seleção Brasileira por 2 a 0 sobre a Sérvia, na Copa do Mundo, o camisa 20 transformou o outro lado do mundo no quintal de casa.

+ Neymar deixa campo chorando por dores no tornozelo na estreia da Seleção na Copa do Mundo

O atacante do Real Madrid-ESP participou dos dois gols. No primeiro, finalizou com perigo após uma jogada de Neymar. No rebote, Richarlison marcou. No segundo, foi dele a jogada e o cruzamento para o Pombo dominar, marcar e sair para o abraço.

De tanto contestado no começo da carreira - e até mesmo quando esteve nos grandes cenários do futebol mundial -, Vini dá cada vez menos motivos para duvidarem do que ele pode apresentar.

+ Richarlison dá fim ao 'fantasma' da camisa 9 da Seleção em Copas do Mundo

Em um primeiro tempo de pouca criatividade, saíram dos pés de Vini as únicas oportunidades que o Brasil assustou. Na etapa complementar, com a Seleção já mais leve e com a ansiedade da estreia lá longe, o camisa 20 deslanchou. Os marcadores da Sérvia pareciam as crianças de São Gonçalo que o atacante se acostumou a deixar para trás nas ruas do Rio de Janeiro. Os passes eram as brincadeiras de lançar a bola entre uma calçada e outra. O resultado foi o mesmo: um sorriso de orelha a orelha.

Os grandes palcos foram dominados, garoto.