Seleção vai convocar outro lateral após suspensão de Daniel Alves

A Seleção Brasileira terá uma novidade em seu time titular e outra no banco de reservas contra o Paraguai, na terça-feira, em Itaquera. O cartão amarelo recebido pelo lateral direito Daniel Alves, agora suspenso, na goleada por 4 a 1 sobre o Uruguai fará Fagner entrar em ação na casa do Corinthians e o técnico Tite convocar outro jogador da posição como suplente.

“Vamos convocar mais um lateral, mesmo sabendo que o Fernandinho tem sido utilizado ali em seu clube (Manchester City, da Inglaterra)”, avisou o treinador, logo após a partida disputada na noite desta quinta-feira, no Estádio Centenário.

Segundo Tite, a decisão de chamar mais um atleta para compor o seu plantel é uma prova do respeito que tem pelo Paraguai, mesmo após disparar na liderança das Eliminatórias para a Copa do Mundo e estar virtualmente classificado.

“A gente quer ter força máxima, com mobilização e um trabalho muito forte. Não é porque vencemos o Uruguai que será mais fácil contra o Paraguai, muito menos por ser na casa do Corinthians, a última equipe em que trabalhei”, disse.

O fato de a partida ser em Itaquera, no entanto, inegavelmente será especial para o agora lateral direito titular do Brasil. Cria das categorias de base do Corinthians, Fagner é hoje um dos principais jogadores do clube paulista.

Confusão

Tite temeu ter que convocar também mais um lateral esquerdo. O técnico havia sido erroneamente informado que Marcelo era outro atleta suspenso para o compromisso de terça-feira. “Perdemos o Marcelo também. Não? Por que me falaram isso?”, sorriu.

Marcelo falhou logo no princípio do jogo em Montevidéu, ao recuar mal, com o peito, a bola para Alisson. O centroavante Cavani aproveitou o vacilo e acabou sofrendo pênalti do goleiro, que o próprio destaque do Paris Saint-Germain converteu.

“O Marcelo teve maturidade para caramba. Ele absorveu o erro e foi jogar”, elogiou Tite.