Seleção uruguaia confirma mais casos de Covid-19

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um dia após o jogo com a seleção brasileira, a AUF (Associação Uruguaia de Futebol) informou nesta quarta-feira (18) que dois jogadores de sua seleção e cinco integrantes da delegação foram diagnosticados com Covid-19. Os atletas que testaram positivo para o coronavírus são Diego Rossi e Alexis Rolín, reservas durante a derrota por 2 a 0 para o Brasil, em Montevidéu, pela quarta rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. De acordo com a nota publicada nas redes sociais, também estão infectados o preparador físico do Uruguai, o médico, o responsável pela cinesiologia, um membro do departamento de vestuário e um profissional da AUF TV. Antes dos sete nomes confirmados nesta quarta, a seleção uruguaia já havia divulgado três casos de Covid-19 na delegação: o goleiro Rodrigo Muñoz, o lateral Matías Viña e o atacante Luis Suárez. Confira o comunicado da AUF: “A Associação Uruguaia de Futebol informa que os jogadores da seleção principal Alexis Rolín e Diego Rossi, além dos integrantes da delegação Alberto Pan, Jorge Rey, Richard López, Víctor Britez e Emiliano Aguirre testaram positivo para Covid-19. Todos os mencionados se encontram em bom estado de saúde, e já foram implementadas as medidas correspondentes ao caso.”