Seleção tenta superar desafios e, diante do Peru, manter equilíbrio nas Eliminatórias da Copa do Mundo

·2 minuto de leitura


A Seleção Brasileira encerra nesta quinta-feira (9) uma sequência de jogos repleta de obstáculos nas Eliminatórias da Copa do Mundo. Diante do Peru, às 21h30, na Arena Pernambuco, a equipe de Tite tenta manter sua regularidade mesmo diante da série de mudanças na lista de convocados e do recente imbróglio na partida contra a Argentina.

+ Veja a tabela das Eliminatórias da Copa do Mundo

O técnico Tite confirmou que no duelo desta quinta manterá a equipe que encararia os "hermanos". Com isto, Weverton completará mais um jogo como titular e promete acirrar ainda mais a disputa por uma das vagas na meta, uma vez que Ederson e Alisson tiveram suas respectivas convocações "barradas".

- Todo mundo sabe como é concorrido, em todos os setores da seleção. Sempre que temos oportunidade, temos que procurar fazer o melhor. Seja as vezes que venho e tenho oportunidade de jogar, como agora, ou nas outras vezes, que não tive, é sempre fazer o melhor, agregar valor, agregar coisas boas aqui dentro, fazer bons treinamentos, dificultar o máximo possível para meus companheiros, para prepará-los bem - afirmou em entrevista coletiva, ressaltando:

- Poder aproveitar todo momento, seja jogando, seja só no treino. É poder aproveitar, desfrutar, e cabe à comissão, que faz um excelente trabalho de observar, ver quem está no melhor momento e decidir (quem joga). É sempre muito trabalhoso - complementou.

Lucas Veríssimo será outro jogador que receberá espaço entre os titulares. O jogador do Benfica recebeu uma chance devido à suspensão (e posterior desconvocação) de Marquinhos.

Gerson, por sua vez, recebeu espaço devido à série de mudanças que a equipe canarinha teve com as baixas. Ele entrou no intervalo da vitória por 1 a 0 sobre o Chile e, devido ao seu desempenho, se consolidou entre os titulares.

A confiança na força do elenco move o Brasil às vésperas do confronto com os peruanos.

- Uma seleção que fica, hoje, sem 11 jogadores selecionáveis e muitos deles titulares e consiga, mesmo assim, resultados e manter padrão, acho que isso tem que ser tema de conversa no sentido positivo e é por essa linha que penso. Não pode ser álibi, mas é muito difícil que uma seleção perca 11 jogadores, muitos titulares e consiga resultados. Mas temos jogadores incríveis e algum momento não temos equilíbrio de manter mesmo nível de atuação em muito tempo - declarou o lateral-direito Danilo, em coletiva na última terça-feira.

Mesmo assim, fica o sinal de alerta diante dos peruanos.

- A gente vai ter que produzir muito, jogar muito, manter regularidade, os diferentes jogos dentro do próprio jogo, aquele momento que tu vai ser dominado, mas tem que controlar, grande parte dominando, mas ser efetivo, transformar em gol. Esse contexto todo estamos atentos - frisou Tite.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos