Seleção Sub-20 em campo: fique de olho em quem quer se consolidar no Sul-Americano da categoria


A Seleção Brasileira Sub-20 inicia nesta quinta-feira (19), contra o Peru, às 19h (de Brasília), sua saga no Campeonato Sul-Americano da categoria. Este é o primeiro passo da geração que luta para trilhar até sua afirmação com a camisa canarinha.

O Brasil se empenha para garantir a vaga no Mundial que será realizado entre 20 de maio e 11 de junho de 2023, na Indonésia. Saiba em quem ficar de olho neste grupo que luta para tirar a Seleção de uma seca que dura desde 2011 no Sul-Americano e no Mundial Sub-20.

MYCAEL

Mycael
Mycael

Mycael: de Rondônia à esperança de afirmação na Seleção Sub-20 (Bruno Pacheco/CBF

Revelado pelo R1, clube de Rondônia, o goleiro não demorou a chamar atenção por seu reflexo e suas defesas. Em 2018, o atleta mudou de ares e foi para o Athletico-PR, considerado um clube que vem formando goleiros de ponta como Weverton e Santos.

Gradativamente, o rondoniense foi se firmando nas categorias de base. Em 2019, conquistou o Sul-Americano Sub-15. No ano seguinte, recebeu oportunidades na Seleção Sub-17. Anos depois, foi destaque da equipe de Ramon Menezes na Revelations Cup, na qual o Brasil ficou em segundo lugar. Mycael foi eleito melhor goleiro da competição.

ANDREY

Andrey Santos
Andrey Santos

Meia, agora no Chelsea, surge como liderança da equipe de Ramon Menezes (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

Revelado pelo Vasco, Andrey viveu uma ascensão fulminante na Colina. Após ter se consolidado nas categorias de base, o meio-campista gradativamente foi ganhando espaço na equipe profissional.

Até que, em 2022, se tornou um dos expoentes para o Cruz-Maltino engrenar na Série B e conseguir seu acesso à elite. Com desenvoltura em campo e habilidade na troca de passes, Andrey se firmou como capitão da equipe de Ramon Menezes.

O meia quase foi desfalque da Seleção neste Sul-Americano. Mas, após os trâmites burocráticos que selaram sua ida para o Chelsea, Andrey conseguiu liberação do clube inglês para disputar a competição.

MARLON GOMES E ALEXSANDER

Montagem Marlon Gomes e Alexsander
Montagem Marlon Gomes e Alexsander

Marlon Gomes e Alexsander: disputa boa no meio (Montagem Lance!)

O meio de campo tem dois talentos à disposição do técnico Ramon Menezes. Marlon Gomes tem uma leve vantagem: além de categoria no passe, tem forte entrosamento com Andrey, seu antigo companheiro de Vasco.

No entanto, travará uma disputa com Alexsander. O jovem vem se destacando no Fluminense comandado por Fernando Diniz por sua polivalência, atuando tanto no meio quanto na lateral esquerda.

GUILHERME BIRO

Guilherme Biro
Guilherme Biro

Biro é esperança ofensiva da Seleção (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

A versatilidade também passa pelos pés de Guilherme Biro. Conhecido por atuar tanto na lateral quanto na ponta, o atleta do Corinthians tem o desafio de se afirmar como distribuidor de jogadas da equipe canarinha.

Trata-se de mais um jogador que cresceu com atuações na Seleção. Biro foi convocado na Seleção Sub-15 em 2019 com frequência.

VITOR ROQUE

Vitor Roque
Vitor Roque

Vitor Roque: com moral no Furacão (Adriano Fontes/CBF

As atenções ofensivas da Seleção Brasileira se voltam para Vitor Roque. A promessa do Athletico-PR não demorou a encher os olhos da torcida e a ganhar prestígio com Ramon Menezes.

O atleta tende a ser esperança ofensiva ao lado de nomes como Luís Guilherme, do Palmeiras, e Pedrinho, do Corinthians.