Seleção suíça na Copa do Catar é a "melhor de todos os tempos", diz técnico

Técnico da seleção da Suíça, Murat Yakin

Por Gabrielle Tétrault-Farber

AL RAYYAN, Catar (Reuters) - O técnico da Suíça, Murat Yakin, disse nesta quarta-feira que a atual seleção do país é a "melhor que já existiu" e está determinada a alcançar a fase eliminatória da Copa do Mundo do Catar.

A Suíça, que jogará sua partida de estreia contra Camarões na quinta-feira, avançou da fase de grupos em três de seus quatro últimos torneios, ficando fora do mata-mata apenas em 2010.

Yakin, que assumiu a Suíça no ano passado após o time chegar às quartas de final da Euro 2020, previu que o país terá sua melhor exibição em uma Copa do Mundo no Catar, onde também enfrentará o Brasil e a Sérvia no Grupo G.

"Acho que estamos vendo a melhor seleção suíça que já existiu", disse Yakin em entrevista coletiva. "Melhoramos muito e agora queremos escrever história. Não estamos aqui apenas para participar. Estamos aqui para vencer e queremos chegar à próxima fase".

O capitão Granit Xhaka, meio-campista do Arsenal, hesitou em descrever o time da mesma forma, dizendo que não seria justo com a equipe suíça de 2018 que foi eliminada pela Suécia nas oitavas de final.

Ele disse, entretanto, que a equipe suíça de agora é mais jovem do que era há quatro anos e talvez "um pouco mais faminta" para ir longe no torneio.

O ponto alto da Suíça em Copas do Mundo foi chegar às quartas de final, o que conseguiu em 1934, 1938 e 1958.

Embora a seleção de Camarões seja considerada a menos provável do grupo a chegar às oitavas de final, o talentoso meia do Napoli Andre-Frank Zambo Anguissa tem o potencial de desestabilizar os suíços.

"Sabemos que Camarões têm jogadores individuais muito bons que atuam em um nível superior", disse Xhaka. "É uma equipe que pode ser muito perigosa se os deixarmos jogar".