Seleção Olímpica começa atrás, mas vence a Coreia do Sul em amistoso

LANCE!
·1 minuto de leitura


Em preparação para defender o ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2021, a Seleção Brasileira derrotou a Coreia do Sul neste sábado por 3 a 1, de virada, em Cairo, no Egito. Foi o primeiro desafio dos comandados de André Jardini após a pausa do futebol causada pela pandemia de Covid-19.

Matheus Cunha, Rodrygo e Reinier marcaram os gols da vitória verde e amarela. Antes, Lee Donggyeong abriu o placar para os sul-coreanos. O próximo desafio da Seleção será na terça-feira, contra o Egito, às 16h. Os atletas serão liberados no dia seguinte para retornarem aos seus clubes.

As equipes apresentaram movimentação intensa desde o início, e a Coreia, mais fechada, logo se aproveitou de uma falha brasileira para abrir o placar. David Neres tentou evitar a saída da bola pela linha de fundo, mas Oh Sehun ficou com a sobra. Donggyeong recebeu e bateu colocado. A bola desviou em Lyanco e tirou as chances do goleiro Phelipe.

Oh Sehun perdeu um pênalti que poderia ter ampliado a vantagem, aos 23, e o Brasil passou a desperdiçar diversas chances. Até que, aos 41, David Neres cruzou para Rodrygo, que foi parado pelo goleiro Song Bumkeun. Matheus Cunha pegou o rebote e mandou para o gol.

Na segunda etapa, o Brasil cometeu falhas, mas segurou a pressão dos adversários. Aos 15, veio a virada, quando David Neres disparou e fez o goleiro Song Bumkeun espalmar. Rodrygo apareceu bem e estufou as redes. Aos 27, Reinier selou o resultado final após boa tabela com Matheus Cunha.