Seleção de judô é convocada para o Campeonato Pan-Americano Sênior

LANCE!
·3 minuto de leitura


A Confederação Brasileira de Judô convocou nesta segunda-feira os judocas que representarão o Brasil no Campeonato Pan-Americano Sênior de Judô, em Guadalajara, México, no período de 19 a 22 de novembro. Essa será a segunda competição internacional do Judô desde a paralisação do calendário, em março, pela pandemia de Covid-19. Em outubro, a seleção disputou o Grand Slam de Budapeste e voltou de lá com três bronzes.

Para o Pan, o Brasil contará com Eric Takabatake (60kg), Daniel Cargnin (66kg), Eduardo Katsuhiro (73kg), Eduardo Yudy Santos (81kg), Rafael Macedo (90kg), Rafael Buzacarini (100kg), Leonardo Gonçalves (100kg), Rafael Silva Baby (+100kg) e David Moura (+100kg), nas chaves masculinas.

Já no feminino, a equipe será formada por Larissa Pimenta (52kg), Eleudis Valentim (52kg), Jéssica Pereira (57kg), Ketelyn Nascimento (57kg), Ketleyn Quadros (63kg), Maria Portela (70kg), Beatriz Souza (+78kg), Maria Suelen Altheman (+78kg).

O Pan distribui até 700 pontos no ranking mundial classificatório para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, adiados para 2021. A previsão da Confederação Pan-Americana de Judô é fazer outro Pan em 2021 antes dos Jogos. No entanto, apenas o melhor resultado entre as duas edições contará para o ranking olímpico.

- A FIJ fez uma determinação de que, por conta da pandemia e da impossibilidade de todos os países participarem de campeonatos continentais, apenas a melhor pontuação do atleta é que vai computar no ranking. Dessa forma, isso permite a gente utilizar dois atletas diferentes em Pan-Americanos desde que ele faça um bom resultado, por exemplo, agora em 2020. Se ele for campeão não terá como alcançar uma pontuação maior. Então, a gente já poderia ter a opção de levar um atleta diferente que esteja ainda brigando pela vaga e criar uma situação dentro da categoria de mais competitividade e de crescimento dos próprios atletas - detalha Ney Wilson, gestor de Alto Rendimento da CBJ.

- Além disso, é uma possibilidade a mais para os atletas que não estão 100% para lutar o Pan-Americano agora e eles teriam nova oportunidade no Pan de 2021.

Os convocados estão concentrados em Pindamonhangaba, interior de São Paulo, para os últimos treinos antes da competição. O camping acontece no período de 07 a 13 de novembro e a delegação embarcará para o México no dia 18 de novembro.


Em 2019, o Brasil liderou o quadro de medalhas do Pan de Lima, no Peru, com quatro ouros, oito pratas e três bronzes. Dos quatro campeões, Larissa Pimenta, Daniel Cargnin e Rafael Silva Baby estarão em Guadalajara para defender seus títulos. A única exceção é Mayra Aguiar, que se recupera de lesão.

Programação

Quinta-feira, 19
Sorteio das Chaves

Sexta-feira, 20
Eric Takabatake (60kg/EC Pinheiros/FPJudo)
Daniel Cargnin (66kg/Sogipa/FGJ)
Eduardo Katsuhiro (73kg/Clube Paineiras do Morumby/FPJudo)
Larissa Pimenta (52kg/EC Pinheiros/FPJudo)
Eleudis Valentim (52kg/EC Pinheiros/FPJudo)
Jéssica Pereira (57kg/Instituto Reação/FJERJ)
Ketelyn Nascimento (57kg/EC Pinheiros/FPJudo)
Ketleyn Quadros (63kg/Sogipa/FGJ)

Sábado, 21
Eduardo Yudy Santos (81kg/EC Pinheiros/FPJudo)
Rafael Macedo (90kg/Sogipa/FGJ)
Rafael Buzacarini (100kg/Clube Paineiras do Morumby/FPJudo)
Leonardo Gonçalves (100kg/Sogipa/FGJ)
Rafael Silva Baby (+100kg/EC Pinheiros/FPJudo)
David Moura (+100kg/Instituo Reação/FJERJ)
Maria Portela (70kg/Sogipa/FGJ)
Beatriz Souza (+78kg/EC Pinheiros/FPJudo)
Maria Suelen Altheman (+78kg/EC Pinheiros/FPJudo)

Domingo, 22
Competição por Equipes Mistas