Seleção faz trabalho tático e, de olho no Equador, aperfeiçoa linhas ofensivas e pressão após perda

·1 minuto de leitura


O auxiliar técnico da Seleção Brasileira, Cléber Xavier, detalhou como foi a atividade deste domingo na Granja Comary. O terceiro dia de preparação para os confrontos com Equador e Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, foi marcado pela forte neblina e contou com a presença de todos os 18 jogadores da equipe canarinha e por um treino tático.

- Exploramos nosso ataque, com amplitudes e profundidade do pivô, movimentação entre os meias, trabalhar entre linhas. Um treino tático para começar a colocar alguns conceitos da gente neste momento de defender da linha baixa, de duas linhas de quatro na defesa - afirmou, à CBF TV.

O auxiliar de Tite afirmou como a comissão técnica está se aprimorando para o confronto com o Equador.

- A equipe trabalha conceito de amplitude, circulação da bola, trabalho entre linhas, de ampliar, de jogador ter mais espaço e a ideia de compactação no ataque a perda da bola a pressão é imediata. A gente está trabalhando para o jogo com o Equador, um jogo em casa, vamos procurar trabalhar dentro dessas ideias e dentro dessa perda, a pressão imediata - disse.

O duelo será nesta sexta-feira, às 21h30, no Beira-Rio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos