A seleção das quartas de final da Champions League

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Antonio Mota
·4 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Após duas semanas eletrizantes, movimentadas e de muito futebol, a Champions League 2020/21 conheceu os seus semifinalistas. São eles: Paris Saint-Germain, Real Madrid, Manchester City e Chelsea. E, claro, os sobreviventes do maior torneio de clubes do mundo passaram por verdadeiras pedreiras, como Bayern de Munique e Liverpool.

Agora, com toda a emoção de lado e tudo resolvido, é hora de observar o que aconteceu e montar a seleção das quartas de final da principal liga europeia. Confira:

1. Keylor Navas (Paris Saint-Germain)

Keylor Navas é um goleiro fenomenal. | Xavier Laine/Getty Images
Keylor Navas é um goleiro fenomenal. | Xavier Laine/Getty Images

Um monstro sagrado chamado Keylor Navas. Destaque do Paris Saint-Germain, o goleiro evitou que o Bayern de Munique marcasse inúmeros gols e foi determinante para o PSG se classificar para as semifinais da Champions League.

2. Federico Valverde (Real Madrid)

Com improvisação, dores e tudo mais, Valverde foi bem nas quartas de final da Champions League. | Angel Martinez/Getty Images
Com improvisação, dores e tudo mais, Valverde foi bem nas quartas de final da Champions League. | Angel Martinez/Getty Images

Peça-chave do Real Madrid, Valverde foi muito bem nas quartas de final da Champions League, inclusive na partida de volta em que atuou improvisado na lateral direita. O uruguaio teve uma atuação de destaque em Anfield, sobretudo na parte defensiva.

3. Éder Militão (Real Madrid)

Xerife do Real Madrid, Militão foi um monstro contra o Liverpool. | Denis Doyle/Getty Images
Xerife do Real Madrid, Militão foi um monstro contra o Liverpool. | Denis Doyle/Getty Images

Éder Militão foi soberano contra o Liverpool. O brasileiro do Real Madrid foi cirúrgico nos 180 minutos da decisão, tendo uma performance simples, objetiva e de muita segurança. O defensor soube aproveitar as ausências de Sergio Ramos e Varane.

4. César Azpilicueta (Chelsea)

César Azpilicueta é muito importante para o Chelsea. | Sebastian Frej/MB Media/Getty Images
César Azpilicueta é muito importante para o Chelsea. | Sebastian Frej/MB Media/Getty Images

Seguro, líder e consistente, Azpilicueta mais uma vez mostrou que é um excelente defensor. O espanhol do Chelsea foi muito acionado contra o Porto e deu conta do recado. Um baita jogador.

5. Ben Chilwell (Chelsea)

Ben Chilwell foi crucial para a classificação do Chelsea. | Quality Sport Images/Getty Images
Ben Chilwell foi crucial para a classificação do Chelsea. | Quality Sport Images/Getty Images

Ben Chilwell é cobiçado em vários clubes da Europa e não é por obra do acaso. O lateral-esquerdo tem muita qualidade e ataca muito bem. Ele marcou um dos gols do Chelsea contra o Porto.

6. Leandro Paredes (Paris Saint-Germain)

Pitbull do PSG, Paredes é determinante para o bom funcionamento do clube. | Xavier Laine/Getty Images
Pitbull do PSG, Paredes é determinante para o bom funcionamento do clube. | Xavier Laine/Getty Images

O Paris Saint-Germain chama atenção no mundo pelo seu alto poder ofensivo, com Neymar, Mbappé, Di Maria e cia., mas se engana quem acha que o clube para por aí. O PSG tem um meio-campista marcador de ótimo nível: Paredes. Fundamental na marcação e no controle de jogo, o hermano é peça indispensável do time parisiense. Jogou muito bem contra o Bayern.

7. Toni Kroos (Real Madrid)

Toni Kroos joga de terno. Um absurdo. | Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images
Toni Kroos joga de terno. Um absurdo. | Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images

Toni Kroos é vital para o bom funcionamento do Real Madrid e isso ficou muito claro nas quartas de final da Champions League. Além de ter dado uma assistência absurda para Vini Jr., o meio-campista deu inúmeros passes decisivos e mostrou muita categoria contra o Bayern. Joga de terno.

8. Kevin De Bruyne (Manchester City)

De Bruyne é o coração do Manchester City. | Frederic Scheidemann/Getty Images
De Bruyne é o coração do Manchester City. | Frederic Scheidemann/Getty Images

Kevin De Bruyne é um meio-campista de uma constância surreal. Com um gol e muita participação nos 180 minutos da decisão frente ao Borussia Dortmund, o belga do Manchester City mostrou mais uma vez ser um dos melhores do mundo. Ele é muito acima da média.

9. Phil Foden (Manchester City)

Phil Foden vem evoluindo muito bem no Manchester City. | Pool/Getty Images
Phil Foden vem evoluindo muito bem no Manchester City. | Pool/Getty Images

Prodígio do Manchester City, Phil Foden foi extremamente decisivo contra o Borussia Dortmund. O atacante marcou 2 dos 4 gols do clube e participou ativamente nas duas mãos do duelo.

10. Vinícius Júnior (Real Madrid)

Vinícius Júnior tem sido uma peça-chave do Real Madrid. | Soccrates Images/Getty Images
Vinícius Júnior tem sido uma peça-chave do Real Madrid. | Soccrates Images/Getty Images

Malvadeza? Vinícius Júnior voltou a jogar bem no Real Madrid. Após um período de baixa, o velocista se reencontrou e foi essencial para os Blancos baterem o Liverpool nas quartas de final da Champions League 2020/21. O ex-Flamengo marcou 2 dos 3 tentos do clube no confronto.

11. Kylian Mbappé (Paris Saint-Germain)

Mbappé tem sido cada vez mais decisivo para o PSG. | FRANCK FIFE/Getty Images
Mbappé tem sido cada vez mais decisivo para o PSG. | FRANCK FIFE/Getty Images

Kylian Mbappé tem se mostrado cada vez mais decisivo e importante para o Paris Saint-Germain. Contra o Bayern de Munique, o camisa 7 marcou duas vezes e municiou bastante o ataque. Um gigante em ascensão.