Seleção da Inglaterra tem sorte de ter Phil Foden, diz John Stones

Phil Foden comemora gol marcado pela Inglaterra contra País de Gales na Copa do Mundo do Catar

Por Martyn Herman

DOHA (Reuters) - O zagueiro inglês John Stones não inveja o técnico Gareth Southgate que enfrenta um dilema para definir sua escalação titular para o confronto de domingo com o Senegal pelas oitavas de final da Copa do Mundo do Catar, mas insistiu que a equipe tem sorte em ter à sua disposição o companheiro de equipe do Manchester City Phil Foden.

Stones começou os três jogos do Mundial ao lado de Harry Maguire e a Inglaterra terminou a primeira fase como líder do Grupo B, mas Southgate fez pleno uso de seus substitutos e alterou a escalação para enfrentar o País de Gales.

Marcus Rashford e Foden tiveram suas primeiras partidas no terceiro jogo do grupo contra o País de Gales com Rashford marcando dois gols e Foden um, e houve apelos públicos para que ambos mantivessem seus lugares contra o campeão africano Senegal.

Southgate também deu a primeira partida como titular no torneio para Kyle Walker e Jordan Henderson na vitória sobre o País de Gales e tem uma gama invejável de opções no elenco.

"A parte mais difícil de ser um treinador é escolher os 11 titulares. Há 11 jogadores felizes e os demais que não jogam não estão felizes", disse Stones, do Manchester City, aos repórteres na concentração da Inglaterra, nesta sexta-feira.

"Temos aqui um grupo incrível e aqueles que vêm do banco causaram grandes impactos."

"Aqueles jogadores que não estão no time ou que vêm do banco têm sido extremamente altruístas, colocam o time à frente deles mesmos e se sacrificam pelo time", disse.

Foden é considerado o jogador mais talentoso da Inglaterra desde Paul Gascoigne, e Stones foi claro sobre o que seu colega de clube do Manchester City traz para a equipe.

"É a liberdade de como ele joga e de como ele se expressa", disse Stones. "É assustador. Sou um grande fã dele. Tenho a sorte de jogar com ele todos os dias."

"Eu tenho sorte, o Manchester City tem sorte e a Inglaterra tem sorte. Espero que ele consiga o que precisa dentro e fora do campo para ajudá-lo a jogar como ele fez na outra noite."

A Inglaterra entrará no confronto contra o Senegal como franca favorita. Eles já enfrentaram adversários africanos sete vezes na Copa do Mundo e nunca perderam.

Mas em um torneio de surpresas, Stones disse que não há nenhuma chance de subestimar o Senegal.

"Ele concentra nossas mentes. É a melhor competição do mundo, é por isso que temos visto grandes zebras", disse ele.

"Definitivamente não queremos ser um daqueles que consideram que as coisas já estão ganhas e não respeitam os adversários de qualquer forma. Sempre mostramos respeito às equipes, não importa a forma que elas tenham ou os jogadores que elas tenham."