A seleção da fase de grupos da Eurocopa

·4 minuto de leitura

A fase de grupos da Eurocopa 2020 chegou ao fim na última quarta-feira, 23. Após quase duas semanas de muita emoção, drama, polêmicas, reviravoltas e muito futebol, o Velho Continente conheceu os 16 classificados para o mata-mata do principal torneio de seleções da UEFA. E, neste período, muitos foram os jogadores que se destacaram, como Cristiano Ronaldo e Paul Pogba. A seguir, veja o XI ideal da fase de grupos da Euro.

1. Tomás Vaclík (República Tcheca)

Tomás Vaclík faz uma excelente Eurocopa. | Carl Recine - Pool/Getty Images
Tomás Vaclík faz uma excelente Eurocopa. | Carl Recine - Pool/Getty Images

Tomás Vaclík faz uma excelente Eurocopa. Na fase de grupos, o gol da República Tcheca foi vazado em apenas duas oportunidades, mesmo enfrentando a poderosa Inglaterra, e muito por conta das grandes atuações do experiente arqueiro. Além disso, ele também não cometeu erros.

2. Denzel Dumfries (Holanda)

Denzel Dumfries é uma das sensações da Euro. | ANP Sport/Getty Images
Denzel Dumfries é uma das sensações da Euro. | ANP Sport/Getty Images

Denzel Dumfries é uma das sensações da Holanda e da Euro até o momento. Com muita força e facilidade para superar os adversários, o lateral-direito tem mostrado qualidade e muito faro de gol, notando que já tem dois gols na competição.

3. Andreas Christensen (Dinamarca)

Andreas Christensen chamou a responsabilidade na Dinamarca. | Wolfgang Rattay - Pool/Getty Images
Andreas Christensen chamou a responsabilidade na Dinamarca. | Wolfgang Rattay - Pool/Getty Images

Após o ocorrido com Christian Eriksen, Andreas Christensen chamou a responsabilidade e assumiu mais protagonismo na Dinamarca. Firma na defesa, o zagueiro também tem ido bem no ataque. Ele já marcou um gol.

4. Attila Szalai (Hungria)

Attila Szalai foi peça importante na incansável Hungria. | Soccrates Images/Getty Images
Attila Szalai foi peça importante na incansável Hungria. | Soccrates Images/Getty Images

A Hungria não deu sorte na Euro. Adversária de Portugal, França e Alemanha, a Seleção Húngara se plantou na defesa e dificultou para os poderosos esquadrões, tendo encerrado a fase de grupos com uma derrota e dois empates. E, mesmo sem ter avançado ao mata-mata, conseguiu mostrar sua força defensiva, o que ajudou Attila Szalai a se destacar. Bem postado, firme e centrado, o zagueiro foi muito bem.

5. Leonardo Spinazzola (Itália)

Leonardo Spinazzola é um dos destaques da Itália. | Alessandra Tarantino - Pool/Getty Images
Leonardo Spinazzola é um dos destaques da Itália. | Alessandra Tarantino - Pool/Getty Images

A Seleção da Itália não tem nenhuma grande estrela, mas certamente Leonardo Spinazzola conseguiu uma luz própria. Com boa qualidade para dar dinâmica e profundidade ao jogo da Azurro, o lateral-esquerdo incomodou os adversários e se mostrou como uma arma importante.

6. Paul Pogba (França)

Pogba se transforma na Seleção da França. | Franck Fife - Pool/Getty Images
Pogba se transforma na Seleção da França. | Franck Fife - Pool/Getty Images

Paul Pogba se transforma com a camisa da Seleção da França. Nesta Euro, o camisa 6 tem performado bem e mostrado que segue em alto nível. Com boa participação no ataque e na defesa, o meio-campista foi essencial para a boa campanha dos Bleus na fase de grupos.

7. Georginio Wijnaldum (Holanda)

Georginio Wijnaldum é um baita meio-campista. | Soccrates Images/Getty Images
Georginio Wijnaldum é um baita meio-campista. | Soccrates Images/Getty Images

Georginio Wijnaldum vem ditando o ritmo da Holanda nesta Eurocopa. Com muita personalidade e qualidade técnica de sobra, o recém-contratado pelo PSG tem sido crucial para o bom desempenho de seu país no torneio. Um baita meia. Vale destacar que ele já tem três tentos na Euro.

8. Manuel Locatelli (Itália)

Locatelli vem fazendo uma boa Eurocopa. | Mike Hewitt/Getty Images
Locatelli vem fazendo uma boa Eurocopa. | Mike Hewitt/Getty Images

Manuel Locatelli assumiu um papel mais importante na Seleção da Itália após a lesão do meia Verratti, e não decepcionou. Contra a Suíça, por exemplo, ele destruiu e foi eleito o melhor em campo. A sua facilidade no box-to-box chama atenção.

9. Luka Modrić (Croácia)

Modrić conduziu a Croácia. | Paul Ellis - Pool/Getty Images
Modrić conduziu a Croácia. | Paul Ellis - Pool/Getty Images

Embora não tenha feito tanto ‘barulho’, Luka Modrić certamente foi um dos destaques da fase de grupos da Eurocopa. Atuando em várias posições e com muita liderança, o meio-campista demonstrou sua qualidade de sempre e foi essencial para a Croácia passar de fase.

10. Cristiano Ronaldo (Portugal)

Ele não para! CR7 segue voando na Eurocopa. | BERNADETT SZABO/Getty Images
Ele não para! CR7 segue voando na Eurocopa. | BERNADETT SZABO/Getty Images

Cristiano Ronaldo e suas marcas. Aos 36 anos, o camisa 7 se tornou o maior artilheiro da história da Euro – e do futebol por seleções – e tem feito a diferença para Portugal. Em três jogos, o atacante já tem cinco gols no torneio. Além disso, ele foi o único jogador a marcar nas três partidas.

11. Romelu Lukaku (Bélgica)

Lukaku é um dos tantos craques da Bélgica. | Isosport/MB Media/Getty Images
Lukaku é um dos tantos craques da Bélgica. | Isosport/MB Media/Getty Images

O goleador Romelu Lukaku também não poderia ficar de fora da seleção da fase de grupos da Euro 2020. Com muita força, velocidade, visão de jogo, faro de gol (3) e capacidade para protagonizar lances fantásticos, o atacante foi muito importante para a Bélgica nesta etapa da competição.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos