Seleção Brasileira de tênis de mesa é definida para os Jogos de Tóquio

LANCE!
·2 minuto de leitura


Os técnicos da Seleção Brasileira de tênis de mesa, Francisco Arado, o Paco (masculino), e Hugo Hoyama (feminino) divulgaram nesta segunda-feira a lista dos convocados para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em julho deste ano. Bruna Takahashi, Jessica Yamada e Carol Kumahara são as três escolhidas no feminino, enquanto Hugo Calderano, Gustavo Tsuboi e Vitor Ishiy disputam os torneios masculinos. Os reservas serão Eric Jouti (masculino) e Giulia Takahashi (feminino).

A escolha foi baseada em critérios técnicos. Calderano, número 7 do mundo e 6 do ranking olímpico, já havia garantido sua vaga por ter vencido o torneio individual masculino dos Jogos Pan-Americanos de Lima. A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa informou em nota oficial, ainda em 2019, que a segunda vaga masculina seria preenchida pelo melhor brasileiro na sequência do ranking mundial, no caso, Gustavo Tsuboi (37°), e que as duas primeiras na lista feminina estariam automaticamente convocadas, ou seja, Bruna Takahashi (48ª) e Jessica Yamada (142ª).

Restava a definição dos terceiros nomes da Seleção, por escolha dos técnicos. Também não foi uma surpresa, sendo, mais uma vez, adotado o critério de posicionamento no ranking mundial: Vitor Ishiy, 59° do ranking masculino, e Carol Kumahara, 144ª no feminino. Ambos são os terceiros melhores do país no ranking.

Até mesmo na escolha dos reservas, que podem substituir os atletas em caso de intercorrências antes do início do evento, não aconteceram surpresas. Eric Jouti fez parte da Seleção masculina em diversos eventos do ciclo olímpico. Giulia Takahashi, de 16 anos, vem se destacando há alguns anos, faz parte do Programa de Desenvolvimento da CBTM e já treinou na Missão Europa com as meninas da equipe principal.

- A convocação foi feita de acordo com os critérios definidos, com as duas melhores ranqueadas, Bruna Takahashi e Jessica Yamada, e, como escolha técnica, a Caroline Kumahara. Já a escolha da Giulia Takahashi como reserva, se dá pelos excelentes resultados obtidos, principalmente em 2019. Acredito muito no seu potencial e seria de muita importância adquirir experiência estando junto com a equipe em Tóquio - explica Hugo Hoyama.

- Cheguei a esse time e ao reserva pelos resultados em competições, dentro de uma estratégia para tentar conquistar resultados especiais para o Brasil. Temos uma equipe bem equilibrada, com três jogadores destros e um canhoto. Todos estão no Top 100 do ranking mundial, com destaque para o Hugo Calderano, que figura no Top 10 - explica Francisco Arado.

De acordo com o critério estabelecido pela CBTM, Calderano e Bruna disputarão também os torneios individuais. O segundo nome de cada naipe será divulgado posteriormente, até a data limite de inscrição, em meados de maio.

A Seleção masculina irá realizar um período de preparação em Ochsenhausen, no clube onde Hugo Calderano atuou até o mês passado. Já o time feminino fará sua preparação no Centro de Alto Rendimento de Vila Nova de Gaia, na Região Metropolitana do Porto, em Portugal, onde foi realizada a Missão Europa, em 2020.