Seleção Brasileira pode desfalcar os clubes por 73 dias e 19 jogos em 2021

LANCE!
·1 minuto de leitura


Se os clubes brasileiros já estão sofrendo com desfalques em função de convocações da Seleção Brasileira, esse cenário será ainda mais grave em 2021. Isso porque, além das Datas Fifas para as Eliminatórias da Copa do Mundo, haverá também a disputa da Copa América, que seria realizada nesse ano e precisou ser adiada.

No total, a Seleção Brasileira irá reunir os jogadores por 73 dias e, os clubes brasileiros com convocados não poderão escalar seus atletas em 16 rodadas do Brasileirão. Se a logística não permitir que os jogadores atuem pelos clubes no dia seguinte ao compromisso da Seleção, esse número pode subir até 19 jogos, um turno inteiro da competição. A informação foi publicada em primeira mão por Marcel Rizzo, do UOL.

Além disso, as convocações de Tite poderão desfalcar os clubes em confrontos dos Estaduais, em março, e da Copa do Brasil, em junho (ida e volta das oitavas de final) e setembro (ida da semifinal).

O ano que vem será atípico em função da Copa América, que será disputada entre 11 de junho e 10 de julho, na Argentina e na Colômbia. Como a Seleção ainda tem compromissos pelas Eliminatórias na semana anterior à Copa América, os jogadores convocados podem desfalcar os clubes por até 41 dias - de 31 de maio a 10 de julho -, caso o Brasil avance até a final do torneio.