Seleção Brasileira: Marquinhos explica situação física e tranquiliza: 'Vou trabalhar para estar 100%'


Uma das preocupações da Seleção Brasileira neste início de preparação para a Copa do Mundo do Qatar foi a situação física de Marquinhos, mas no que depender do zagueiro, a torcida no Brasil pode ficar tranquila, já que ele treinou integralmente com o elenco e diz que trabalha firme para estar 100% para a estreia contra a Sérvia.


> Saiba os clubes do Brasil que mais cederam jogadores para Copas
> Veja a tabela da Copa do Mundo-2022 clicando aqui

Em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, o defensor do PSG explicou o que o deixou fora de algumas partes das atividades com o grupo nos primeiros dias no CT da Juventus. De acordo com Marquinhos, foi apenas um desconforto e sua recuperação foi planejada, permitindo que ele pudesse voltar ao normal.

- Foi apenas um incômodo que tive jogando no PSG, e esse incômodo continuava. Com a chegada da Copa, ficou decidido que eu precisaria de mais dias de tratamento, para depois voltar para a rotina normal do dia a dia pouco a pouco. Hoje já consegui fazer o treino completo com o time. Fico muito feliz. Falta uma semana para a nossa estreia, então temos mais alguns dias para trabalhar, mas eu venho jogando bastante, creio que forma física e performance, vou trabalhar firme para estar 100% - garantiu o zagueiro titular de Tite.

Marquinhos - Treino Seleção
Marquinhos - Treino Seleção

Marquinhos durante treino da Seleção (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Com a experiência de quem esteve no grupo da Copa do Mundo da Rússia, em 2018, Marquinhos sabe como é trabalhar com Tite, técnico que já conhecia do Corinthians. E dentro desse perfil de trabalho, ele sabe o quanto são intensos os treinamentos, principalmente para o torneio de tiro curto, que qualquer detalhe vai fazer a diferença.

- Eu acompanhei a preparação das duas Copas. Acho que a experiência que o Tite teve na última está trazendo muita vantagem nessa preparação. Ele mesmo fala para gente, aqui na Seleção é sem filtro, não temos tempo para trabalhar pouco a pouco, temos que ser muito intensos. Ele procura passar muita informação para nós, desde o primeiro dia, agora ainda mais por ser Copa.

- Na Seleção não é como clube. Tem que ser tudo mais rápido, tem que ser sem filtro, como ele fala. O que tiver de ser falado, tem que ser falado. As mudanças, se não derem certo, temos que ser rápidos. É Copa, e os mínimos detalhes fazem diferença aqui.

Marquinhos e seus companheiros seguem treinando no CT da Juventus até esta sexta-feira, quando terão a última atividade na Itália. Depois do trabalho, eles recebem folga e retornam no sábado, quando embarcam para o Qatar em voo fretado. A estreia da Seleção Brasileira será no dia 24, contra a Sérvia, às 16h (de Brasília).