Seleção argentina retorna a Buenos Aires com quatro deportados

·1 minuto de leitura
O ônibus da seleção argentina deixa a Neo Química Arena, após a suspensão de sua partida das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo do Catar-2022 contra o Brasil, em São Paulo, em 5 de setembro de 2021 (AFP/NELSON ALMEIDA)

A seleção argentina partiu na noite deste domingo para Buenos Aires com quatro deportados do aeroporto internacional de São Paulo, após a autoridade sanitária interromper o jogo em que enfrentaria o Brasil pelas eliminatórias sul-americanas.

O voo charter que leva Messi e sua família ao país decolou por volta das 21h36, horário local, saindo do aeroporto de Guarulhos e deve pousar alguns minutos antes da meia-noite.

O embaixador da Argentina no Brasil, Daniel Scioli, confirmou que a seleção argentina já está a caminho de Buenos Aires com todos os seus integrantes.

"Vamos para casa! #UnidosSiempre", diz um tuíte da conta oficial da seleção argentina junto com uma foto que mostra parte da equipe a bordo do avião antes da partida.

Depois de mais de duas horas no vestiário, onde a delegação 'albiceleste' se refugiou após a entrada em campo das autoridades sanitárias, os argentinos dirigiram-se ao terminal aéreo para deixar o território brasileiro sem demora.

Representantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) entraram em campo aos sete minutos de jogo para deportar os quatro jogadores argentinos vindos do Reino Unido que, segundo a autoridade, deveriam cumprir a quarentena prevista em lei para viajantes vindos desse local.

A agência sanitária informou que o goleiro Emiliano Martínez junto com Emiliano Buendía, Giovani Lo Celso e Cristian Romero, que atuam na Premier League, não declararam que estiveram na Inglaterra há menos de 14 dias.

A equipe chegou à metrópole brasileira vindo de Caracas na manhã de sexta-feira para disputar o duelo pelas eliminatórias para Catar-2022.

mls/ol/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos