Seleção argentina leva erva-mate favorita de Messi para a Copa e gera polêmica


A seleção argentina vive polêmica nas vésperas da Copa do Mundo do Qatar. Isso porque, a delegação do país foi flagrada levando erva-mate produzida em território brasileiro para o mundial. Desse modo, muitos torcedores criticaram o fato do produto não ser nacional.

O registro polêmico caiu nas redes através de uma foto publicada pelo atacante Nicolás Gonzáles. Na imagem, é possível ver uma grande quantidade da erva-mate da marca uruguaia Canarias, que é produzida pela empresa Baldo, localizada em Encantado, a 144km de Porto Alegre, no Brasil.

Erva-mate brasileira
Erva-mate brasileira

(Foto: Reprodução/Instagram)

De acordo com a representante da marca, Larrisa Bagatini, o produto é o preferido do craque argentino Lionel Messi. Além disso, a auxiliar de marketing ainda destaca que esta não foi a primeira vez que jogadores argentinos tiveram contato com o produto brasileiro.

+ Com Mané na lista, Senegal divulga lista convocados para a Copa do Mundo

- Sabemos que o Messi sempre tomou Canarias, não é de agora. Não só ele, como a maioria dos jogadores uruguaios e argentinos consomem esse produto, porque é do padrão uruguaio. Na Copa de 2018, a assessoria do Messi já havia entrado em contato conosco para pedir a erva - comentou.

A polêmica explodiu após a publicação do ex-deputado argentino Luis Mario Pastori, contrário à importação do mate. Além disso, o político ainda cita o produto brasileiro na postagem.

+ Com 26 nomes, Holanda é convocada para Copa do Mundo do Qatar

- Insólito e inexplicável. Existem dezenas de marcas de erva-mate muito boas na Argentina, produzidas em Misiones e em Corrientes. Mas a Seleção leva ao Catar uma marca uruguaia. Há alguma explicação oficial? É quase uma provocação - protestou.

Luis Mario Pastori protesto
Luis Mario Pastori protesto

(Foto: Reprodução/Twitter)

A repercussão do caso tomou duas vertentes. Ou seja, houve quem se posicionou contra ou a favor do posicionamento do ex-deputado. Após a polêmica, a Argentina estreia no mundial no dia 22 de dezembro, contra a Arábia Saudita, às 7h, horário de Brasília.