Seguro, Santos se posiciona sobre escalação do atacante Kaio Jorge

·1 minuto de leitura


O Santos se posicionou sobre um possível protesto do Independiente da escalação do atacante Kaio Jorge, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana. O clube afirmou ter formalizado consultas oficiais à Conmebol em relação à escalação dos atletas Kaio Jorge e também do volante Camacho, que havia atuado pelo Corinthians na competição.

Segundo a imprensa argentina, o Independiente pretende protestar na entidade sobre uma possível escalação irregular na escalação do atacante, que recebeu três cartões amarelos na fase de grupos da Copa Libertadores.

Em 2018 aconteceu um caso parecido, mas pelas oitavas de final da Copa Libertadores justamente contra o Independiente. O Santos foi punido pelo placar de 3 a 0 pela escalação irregular do meia Carlos Sánchez e precisava reverter o placar para conseguir a classificação. O meia foi expulso no jogo entre River Plate e Huracan, pela Copa Sul-Americana de 2015, sua última participação em competições da Conmebol antes do confronto pelo Santos e foi punido com três jogos de suspensão.

Veja a nota oficial do Santos:

O Santos FC esclarece que o atacante Kaio Jorge estava apto a jogar diante do Independiente, da Argentina, pela Conmebol Sul-Americana, na quinta-feira, dia 15, na Vila Belmiro. Para evitar qualquer dúvida, o Clube formalizou consultas oficiais à Conmebol em relação à escalação dos atletas Kaio Jorge e Camacho. Nas duas situações, a resposta da entidade, como o Santos já esperava, foi positiva em relação à escalação dos atletas.

Kaio Jorge levou o terceiro amarelo na última partida do Clube pela Conmebol Libertadores, contra o Barcelona, no Equador, mas pelo artigo 75.3 do Código Disciplinar da Conmebol – “a suspensão imputada a um jogador, por acúmulo de cartões amarelos, em partidas distintas, em uma mesma competição, em nenhum caso será transferida para a outra competição”.

Já no caso de Camacho, o Santos FC está amparado pelo artigo 3.7.4.1 do Manual de Clube da Conmebol Sul-Americana. O Santos FC reitera que tanto o Departamento de Futebol, quanto o Departamento Jurídico, tiveram todo o cuidado prévio em cada situação, a fim de evitar prejuízos ao Clube.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos