Seguranças de Bolsonaro interferem em comunicação do VAR no Mineirão

Yahoo Esportes
Jair Bolsonaro no Mineirão durante a partida entre Brasil e Argentina (Reuters/Luisa Gonzalez)
Jair Bolsonaro no Mineirão durante a partida entre Brasil e Argentina (Reuters/Luisa Gonzalez)

Os argentinos reclamaram bastante da falta de participação do árbitro de vídeo (VAR) durante a semifinal da Copa América, contra o Brasil, no Mineirão. Mas de acordo com o Globo Esporte, a Conmebol teve problemas de comunicação com o VAR antes da partida por causa de uma presença importante no estádio: Jair Bolsonaro.

Antes da partida, o árbitro Roddy Zambrano tinha problemas para se comunicar com o árbitro principal do VAR porque a frequência de áudio era a mesma usada na comunicação dos seguranças que acompanharam o presidente brasileiro.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também

O Comitê Organizador Local (COL) confirmou que aconteceu o problema por causa de interferência de sinal, mas não soube precisar o motivo. Apesar disso, foi garantido que a comunicação entre árbitro e VAR foi normalizada antes da partida começar.

Durante a derrota por 2 a 0, os argentinos reclamaram bastante de dois pênaltis, um deles antes da jogada em que o Brasil marcou o segundo gol. Um dos mais vocais nas críticas foi Lionel Messi. “Nesta Copa, cansaram de marcar toques de mão bobos, pênaltis bobos, e hoje nem sequer foram ao VAR”, disse o capitão da seleção argentina.

Siga o Yahoo Esportes: Twitter | Instagram | Facebook | Spotify | iTunes

Leia também