Segundo maior artilheiro da história da liga tailandesa, brasileiro zela por saúde na Ásia


Segundo maior artilheiro da história do Campeonato Tailandês, o atacante brasileiro Heberty vem segue sua rotina em Bangkoc ao mesmo tempo em que age com responsabilidade a respeito da pandemia do coronavírus. O paulista, centroavante do Port FC, relata como zela pela saúde sem se deixar tomar pelo pânico. A Tailândia, país de cerca de 68 milhões de habitantes, tem 212 casos confirmados da doença e uma morte.

- Tenho tentado levar uma vida normal, dentro do possível. Venho utilizando máscara na rua e lavo as mãos com álcool em gel sempre que chego em casa. Por outro lado, acho importante manter o equilíbrio até porque temos nossas obrigações. Creio que assim conseguimos adotar os cuidados necessários de forma tranquila - contou o jogador.

Com ótimo início de temporada, Heberty é o artilheiro da Thai League após a quarta rodada da competição com quatro gols marcados. Ciente do prazo de 18 de Abril para o retorno do futebol no país, o jogador espera que não seja necessário o adiamento da data.

- A expectativa é de que a previsão se confirme. Se de fato ocorrer, será porque a pandemia foi controlada no país e isso é o mais importante. De quebra, o calendário não ficaria ainda mais apertado. Torço muito para que tudo se normalize o mais rápido possível - afirmou.

Heberty, de 31 anos, foi revelado pelo Taboão da Serra, em 2008, e no mesmo ano, teve rápida passagem pelo Vasco da Gama. Depois, rodou pelo interior do São Paulo antes de rumar ao Japão, em 2012. Desembarcou na Tailândia em 2014, e desde início deste ano, está emprestado ao Port FC. Entre 2016 e 2017, o brasileiro ainda passou pela Arábia Saudita.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também