Segunda Bola #2 - A Lei Pelé matou os clubes?

Jorge Nicola, Alexandre Praetzel e André Carbone
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

A pauta hoje é espinhosa. Desde a Lei Pelé, de 1998, os clubes brasileiros não tem mais os direitos sobre o jogador, o antigo passe, a partir do momento em que o contrato entre clube e jogador acaba. Antes, mesmo após o fim do acordo, o jogador ficava ligado ao clube e só poderia sair caso outro clube o comprasse. Nesse tempo, o jogador ficava sem salário.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.