Secretário de Estado Mike Pompeo diz que haverá transição para segundo governo Trump

Anita Efraim
·1 minuto de leitura
Secretary of State Mike Pompeo arrives to speak during a media briefing, Tuesday, Nov. 10, 2020, at the State Department in Washington. (AP Photo/Jacquelyn Martin, Pool)
Mike Pompeo deu coletiva de imprensa nesta terça-feira, 10, e disse que processo eleitoral ainda não acabou (Foto: AP Photo/Jacquelyn Martin, Pool)

Na tarde desta terça-feira, 10, três dias depois de Joe Biden ter sido declarado presidente eleito dos Estados Unidos, a gestão Donald Trump se recusa a falar em transição. Em uma coletiva de imprensa, o secretário de Estado, Mike Pompeo, afirmou que haverá um processo da primeira para a segunda gestão Trump.

“Vai haver uma transição tranquila para uma segunda administração Trump. Estamos prontos. O mundo está vendo o que está acontecendo”, disse o secretário de Estado.

“Estamos contando todos os votos, quando o processo for terminado, vai haver uma escolha do eleitor. Tem um processo, a constituição deixa muito claro”, afirmou Pompeo.

O secretário ainda disse que o governo fará o que for necessário para que a transição seja bem-feita para o presidente que estará na Casa Branca em 20 de janeiro. No entanto, Pompeo não mencionou o nome de Biden nem a possibilidade de o democrata ser o vencedor.

Leia também

Desde que Biden foi declarado presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump tem negado a vitória e repetindo, sem qualquer prova, de que houve fraude na eleição. Nas redes sociais, Trump insiste que venceu o pleito.

Diversos líderes mundiais já parabenizadas Biden pela vitória, incluindo aliados de Trump, como o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. Jair Bolsonaro (sem partido) ainda não se pronunciou. Segundo o vice-presidente, Hamilton Mourão, o presidente do Brasil parabenizará o vencedor na hora certa.