Se houver incidentes no Morumbi, Corinthians terá razão em não entrar em campo, mas vai cumprir a ameaça?

Yahoo Esportes
Leco e Andrés Sanchez conversam num evento em São Paulo. Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press
Leco e Andrés Sanchez conversam num evento em São Paulo. Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

A final do Campeonato Paulista já começou fora de campo. O Corinthians ameaça não entrar em campo, caso o ônibus da delegação seja alvejado por pedras e latas, na chegada ao estádio Morumbi. A diretoria corintiana tem razão ao mencionar esse fato porque sempre que há clássico, o veículo é atingido com vidros quebrados e risco de feridos no ambiente interno. Eu mesmo já presenciei vários incidentes no local.

Agora, quero ver o clube cumprir o que o presidente Andrés Sanchez afirmou. Só palavras não adiantam. O Boca Juniors foi atacado por alguns torcedores do River Plate e a decisão da Libertadores da América terminou em Madrid, no Santiago Bernabeu.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Se o Corinthians não jogar, irá perder por 3 a 0, segundo regulamento do Estadual. Em caso de emergência maior, poderá alegar problemas de seguranças, se algum membro for ferido, o mesmo que ocorreu com o Boca Juniors.

O São Paulo não se manifestou. Caberá aos órgãos responsáveis pela área externa, evitar qualquer tipo de problema. A sociedade não pode mais receber isso como algo normal. É só mais um jogo de futebol, como aconteceu na quarta-feira, no Allianz Parque. Meia-dúzia de bandidos atiraram pedras contra o ônibus do Palmeiras, todos “palmeirenses”. E não vai acontecer nada, como não aconteceu anteriormente, em casos iguais.

Vamos ver no domingo, às 14h30, horário comum da chegada das delegações. Como serão as reações dos imbecis são-paulinos que fazem isso, dos dirigentes dos dois clubes e dos fiscais da Federação Paulista? O jogo começará neste horário, por um evento que é e sempre será vergonhoso e lastimável.

Veja mais de Alexandre Praetzel no Yahoo Esportes


Mais no Yahoo Esportes:
– Sampaoli garante que recebeu oferta de um time inglês
– Fred ainda é monstro e tem lugar na Seleção
– Facebook não dividirá jogos da Libertadores com Fox Sports
– O silêncio da CBF e a inexplicada permanência de Vadão na seleção

Leia também