'Se eu fosse o Jorge Jesus eu não voltaria' ao Flamengo, diz Denílson, que explica opinião no 'Jogo Aberto'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Jorge Jesus
    Treinador e ex-futebolista português


O ex-jogador e comentarista esportivo Denílson afirmou na edição desta quarta-feira do Jogo Aberto que entende que Jorge Jesus não deveria retornar ao Flamengo após a recente demissão de Renato Gaúcho.

Denílson entende que o treinador pode manchar a triunfal trajetória que teve no clube em 2019 e relembrou o caso do pentacampeão Felipão que retornou à Seleção e acabou marcado pelo 7 a 1 em 2014.

- Se eu fosse o Jorge Jesus eu não voltaria. Da mesma forma que eu se fosse o Felipão também não teria voltado para a seleção. Deixa a história. Deixa o legado que fez. Tem diversos exemplos de treinadores que voltaram e não vingaram e muitos exemplos de que o torcedor tem memória curta. Eu no lugar dele ficaria lá (no Benfica) quietinho - disse.

Denílson ainda comentou sobre a ida de uma torcida organizado ao CT do Flamengo para conversar com Andreas Pereira, que falhou no lance do gol de Deyverson, que valeu o título da Libertadores para o Palmeiras.

- Como eles são calmos, né? - ironizou.

- Esse tipo de comportamento de organizada no CT eu não acho legal. Não só no Flamengo. Em qualquer time - concluiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos