Scheidt veleja para confirmar medalha de prata da Copa Brasil

Robert Scheidt disputa neste sábado as duas últimas regatas da IV Copa Brasil de Vela para ratificar a medalha de prata. Apesar da boa campanha em Porto Alegre, onde venceu três regatas na classe 49er, o bicampeão olímpico e o proeiro Gabriel Borges somam 16 pontos e não podem mais alcançar a dupla Carlos Robles e Marco Grael, que tem 12 pontos.

Com pouco vento na região do Clube dos Jangadeiros e do Veleiros do Sul, as regatas desta sexta-feira foram canceladas.

- Uma regata até chegou a largar com vento fraco, mas o vento rondou e acabaram anulando. Com isso, sobraram as duas últimas para sábado, mas com a entrada dos dois descartes, não temos mais chances de chegar na ponta. No máximo, conseguiremos o empate, se vencermos as duas corridas. Porém, eles levam vantagem no critério de desempate, que é o número de primeiros lugares. É uma pena, porque nossa dupla vem em uma crescente na competição. Pecamos pelo começo, especialmente no primeiro dia, que foi ruim e isso pesou muito na pontuação. Mas o importante é que estamos evoluindo e muito confiantes para os próximos passos - disse Scheidt.

Desafio espanhol

Os próximos passos de Robert Scheidt incluem voltar a competir a partir de 26 março em Palma de Maiorca, na Espanha. Depois, o plano é dedicar dois meses aos treinamentos na Europa para, em seguida, iniciar nova série de campeonatos, entre eles o Europeu, no final de julho, e o Mundial, no início de setembro.

- Continuamos em busca de "horas de voo" para competir cada vez mais em pé de igualdade com os melhores velejadores do mundo na classe 49er. Sabemos que é uma tarefa dura, mas estamos animados com os resultados até agora.










E MAIS: