Scarpa dá assistências, marca e conduz goleada do Palmeiras sobre o Atlético-GO

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
SÃO PAULO, SP, 10.11.2021 – PALMEIRAS-ATLÉTICO-GO: Gustavo Scarpa, do Palmerias, comemora seu gol com Raphael Veiga - Partida entre Palmeiras e Atlético-GO, válida pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A 2021, realizada no Allianz Parque, na zona oeste de São Paulo, na noite desta quarta-feira. (Foto: Ettore Chiereguini/Agif/Folhapress)
SÃO PAULO, SP, 10.11.2021 – PALMEIRAS-ATLÉTICO-GO: Gustavo Scarpa, do Palmerias, comemora seu gol com Raphael Veiga - Partida entre Palmeiras e Atlético-GO, válida pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A 2021, realizada no Allianz Parque, na zona oeste de São Paulo, na noite desta quarta-feira. (Foto: Ettore Chiereguini/Agif/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Rony e Raphael Veiga voltaram a marcar na noite desta quarta-feira (10), mas foi Gustavo Scarpa o grande destaque da vitória do Palmeiras sobre o Atlético-GO, por 4 a 0, no Allianz Parque, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O meio-campista deu passe para o primeiro gol, anotado por Veiga, depois colocou a bola na cabeça de Rony no segundo e ainda coroou a boa atuação deixando o seu no placar, de pênalti --o garçom alviverde tem agora 20 assistências na temporada. Breno Lopes fechou a conta.

Foi a sexta vitória seguida do time de Abel Ferreira no Nacional. Agora, com 58 pontos na vice-liderança, a equipe conseguiu evitar que o Atlético-MG ampliasse sua vantagem na liderança da competição --mais cedo, os mineiros bateram o Corinthians, por 3 a 0, no Mineirão, e chegaram aos 68 pontos.

A sete rodadas do fim do campeonato, porém, é bem difícil a tarefa alviverde de reduzir essa diferença para poder ficar com o título brasileiro.

Mas ao manter esse sonho vivo, os palmeirenses estão conseguindo uma boa sequência na competição que poderá ser importante para que o time chegue ainda mais motivado na decisão da Copa Libertadores, contra o Flamengo, em jogo único, no próximo dia 27, no Uruguai.

A 17 dias da final continental, o Palmeiras demonstra algo que era cobrado de Abel Ferreira: boas alternativas no ataque, o que tem conseguido mostrar sobretudo com a utilização de Scarpa, Rony e Veiga.

Depois de uma breve pressão inicial do Atlético-GO, que chegou a desperdiçar uma chance bem clara aos 4 minutos, quando Ronald errou um chute cara a cara com Weverton, coube a Veiga abrir o placar dez minutos depois, aos 14. No lance, o meia foi servido por Scarpa, que puxou contra-ataque antes de entregar a bola ao companheiro.

Aos 32, foi a vez de Rony ampliar, novamente com participação do camisa 14, que cobrou a falta na cabeça do atacante.

Na etapa complementar, Scarpa fez o terceiro de pênalti, aos 19, em uma infração marcada pelo árbitro Anderson Daronco após consultar o VAR e constatar um toque de mão de Marlon Freitas. Antes do fim, Breno Lopes marcou o quarto após passe de Dudu, aos 44.

A boa exibição foi prestigiada por um bom público no Allianz Parque, que teve 100% das arquibancadas liberadas para os torcedores pela primeira vez durante a pandemia de Covid-19, seguindo os protocolos de flexibilização do governo de São Paulo. Cerca de 19 mil torcedores compareceram ao estádio.

O Palmeiras volta a campo no domingo (14), quando vai enfrentar o Fluminense, às 18h15, no Rio, pelo Campeonato Brasileiro.

PALMEIRAS

Weverton, Marcos Rocha (Mayke), Kuscevic, Luan (Renan) e Victor Luis; Danilo, Zé Rafael, Raphael Veiga (Breno Lopes) e Gustavo Scarpa (Patrick de Paula); Dudu e Rony (Luiz Adriano). T.: Abel Ferreira

ATLÉTICO-GO

Fernando Miguel; Dudu (Arnaldo), Wanderson, Éder e Igor Cariús; Willian Maranhão (Marlon Freitas), Baralhas e João Paulo (Oliveira); Janderson, Zé Roberto (Montenegro) e Ronald (Toró). T.: Eduardo Souza

Estádio: Allianz Parque, em São Paulo (SP)

Árbitro: Anderson Daronco (RS)

Auxiliares: Rafael Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)

VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)

Cartões amarelos: Danilo (PAL); Éder, Oliveira e Janderson (ACG)

Gols: Veiga (PAL), aos 14', e Rony (PAL), aos 32'/1ºT; Scarpa (PAL), aos 19', e Breno Lopes (PAL), aos 44'/2ºT

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos