Sassá pode assumir vaga na equipe titular do Botafogo

Passada a derrota de 2 a 1 para o Flamengo, que custou a eliminação no Campeonato Carioca, o Botafogo volta as suas atenções para a estreia na Copa do Brasil, nesta quarta-feira, às 21h45(de Brasília), contra o Sport no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ). E para este compromisso o técnico Jair Ventura poderá promover algumas novidades na formação titular, sendo a principal delas a entrada do atacante Sassá no time.

Sassá tem entrado no decorrer dos jogos e conseguido mudar a cara do time. Foi assim no empate por 1 a 1 com o Barcelona, em Guayaquil, pela Copa Libertadores, e na própria derrota para o Flamengo, quando colocou fogo no jogo e ainda marcou o gol botafoguense, em cobrança de pênalti. Quando Jair usou os reservas e ele atuou o jogo interior, acabou se destacando, como nos 3 a 1 sobre o Fluminense nas semifinais da Taça Rio, segundo turno do Estadual.

“Como venho falando constantemente, trabalhamos muito com a questão da meritocracia e todos os jogadores são considerados importantes dentro do nosso plantel. Podemos sim ter novidades neste sentido”, disse Jair.

Caso Sassá entre na equipe quem deve perder a posição é Roger, que ainda não conseguiu render tudo o que se esperava dele na temporada.

Outra novidade pode acontecer na lateral direita, que vive um drama com as lesões de Luis Ricardo, Jonas e Marcinho. Os zagueiros Marcelo e Emerson Santos e o volante Fernandes foram improvisados na posição. Porém, existe a possibilidade de ser usado Fernando Costanza, de 18 anos, titular do time sub-20 alvinegro que foi campeão carioca e brasileiro no ano passado. Pelo menos sendo relacionado.

A diretoria está atenta à necessidade de contratar reforços para a lateral direita, porém, o curto tempo antes da estreia na Copa do Brasil torna impossível a chegada de um jogador já em condições de ser titular.

Nesta segunda-feira o elenco participou de um trabalho regenerativo e nesta terça-feira pela manhã Jair Ventura vai comandar a última atividade antes do duelo contra os pernambucanos, quando a escalação será definida.