Sarri elogia recuperação de Higuaín e avisa: 'quem joga com Cristiano Ronaldo deve ajudá-lo'

Goal.com
Técnico italiano deu sua primeira entrevista coletiva após passar 20 dias afastado para tratar uma pneumonia
Técnico italiano deu sua primeira entrevista coletiva após passar 20 dias afastado para tratar uma pneumonia

Maurizio Sarri participou da sua primeira entrevista coletiva na Juventus desde o começo da temporada. Ele ficou afastado do cargo por cerca de 20 dias para tratar uma pneumonia e estará no banco de reservas comandando a equipe contra a Fiorentina. O treinador italiano falou sobre Cristiano Ronaldo, a recuperação de Higuaín e comentou sobre o caso de Emre Can.

"Ele [Cristiano Ronaldo] é o mais forte do mundo, aquele destinado a fazer a diferença. E é normal que ele tenha liberdade. Quem joga perto dele deve ajudá-lo", disse Sarri, que não esconde que dará menos compromissos defensivos para o gajo e espera que ele faça pelo menos 40 gols nessa temporada.

Sarri também comentou sobre Gonzalo Higuaín, que vem recuperando seu prestígio e tem sido titular na Juve.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"No Chelsea comigo, na última temporada, ele nunca jogou. Se ele está bem agora é porque ele é capaz de me convencer nos treinos mostrando um vislumbre do Higuain de alguns anos atrás. Mandzukic? Ele provavelmente me mostrou algo menos que Gonzalo", afirmou o treinador italiano. Foi sob seu comando, no Napoli da temporada 2015/16, que o 'Pipita' teve a melhor temporada de sua carreira, quando marcou 36 gols em 35 jogos na Serie A.

O treinador não fugiu da polêmica envolvendo o alemão Emre Can, que disse ter ficado na Juve por ter sido prometido que faria parte da lista dos jogadores para a Champions League e acabou ficando de fora.

"Quando um jogador é forçado a passar por uma escolha tão importante, é necessário levar em conta o aspecto emocional: devemos deixá-lo colocar tudo para fora e desabafar, para conversar com ele quando a situação se tornar mais serena. Tenho a idade certa para entender esse tipo de reação", falou o treinador.

Leia também