São Paulo pode começar 2022 com só quatro estrangeiros

·1 minuto de leitura
Benitez não deve ser comprado em dezembro. Seus direitos estão avaliados em US$ 3,2 milhões (Rubens Chiri/São Paulo)

Nenhum clube de Série A do Brasil tem mais estrangeiros do que o São Paulo. Depois das chegadas de Calleri e Gabriel Neves, o Tricolor chegou a oito gringos - com a lembrança de que só cinco podem ser relacionados para uma partida do Brasileirão. 

Mas o excesso de estrangeiros está com os dias contados no Morumbi. Existe grande chance de o Tricolor iniciar a próxima temporada com apenas quatro, permitindo até que o técnico Hernán Crespo indique mais um ou dois reforços.

Leia também:

Os oito estrangeiros hoje são: Calleri, Rigoni e Benitez (argentinos), Neves (uruguaio), Galeano (paraguaio), Arboleda e Rojas (equatorianos) e Orejuela (colombiano). 

Benitez e Galeano estão emprestados até dezembro e só serão comprados se melhorarem muito. Benitez custaria US$ 3,2 milhões por 65% junto ao Independiente, enquanto Galeano sairia por US$ 1 milhão por 60% junto ao Rubio Nu. A tendência é que ambos sejam devolvidos.

Já Rojas tem contrato até o fim da temporada e não conseguiu causar empolgação. Também pelo fato de ocupar a vaga de um jogador internacional, deve acabar liberado.

O caso de Arboleda também pode ajudar a diminuir a conta. Titular absoluto, ele já iniciou conversas para renovação de contrato. E simultaneamente tenta se naturalizar brasileiro. O equatoriano está no Brasil desde 2017.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos