São Paulo negocia com investidor estrangeiro

·1 min de leitura
Presidente do São Paulo é quem conduz as conversas com um investidor gringo (Arquivo pessoal/Instagram) (Arquivo pessoal/Instagram)

O São Paulo tem conversas com um investidor estrangeiro. O Blog apurou que as tratativas com o gringo, que tem ligação com o mercado árabe, estão sendo sido conduzidas pelo presidente do Tricolor, Julio Casares.

O presidente, inclusive, tem viagem marcada para janeiro, a fim de avançar nas negociações. A ideia é garantir um aporte financeiro que permitiria ao São Paulo ter mais fôlego e melhorar seu elenco para 2022. A desvalorização do real em relação ao dólar e ao euro tornam a operação mais simples para o investidor.

Em um primeiro momento, as conversas com o gringo não têm a ver com a possibilidade de o São Paulo ser vendido por meio da SAF (Sociedade Anônima do Futebol). O Tricolor constituiu recentemente uma comissão que vai analisar prós e contras e se posicionar sobre o tema em até um ano.

Além das conversas com o gringo, Casares também não descarta arrecadar verbas para o São Paulo por meio de um fundo investidor. E haverá uma busca forte pelo aumento de receita com patrocínios para 2022, especialmente com a criação de novos produtos e parcerias.

Vale lembrar que as dívidas do Tricolor se aproximaram dos R$ 700 milhões ao longo do ano, impulsionadas pela gestão Leco. O ex-presidente, por exemplo, deixou diversas pendências com clubes, fornecedores e atletas - o São Paulo só pagou 50% dos salários do elenco no ano passado, deixando o restante para a temporada atual.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos