São Paulo não "mata" o jogo e consegue perder para o fraco Binacional

Yahoo Esportes
Pablo perdeu dois gols incríveis, quando o São Paulo vencia o jogo. Foto: Marcello Zambrana/AGIF
Pablo perdeu dois gols incríveis, quando o São Paulo vencia o jogo. Foto: Marcello Zambrana/AGIF

O São Paulo foi o único time dos sete brasileiros que perdeu na primeira rodada da fase de grupos da Libertadores da América. O tricolor levou a virada de 2 a 1 do fraco Binacional, do Peru. É verdade que a altitude de 3.800 metros de Juliaca deixou o São Paulo sem gás no segundo tempo, mas só isso não justifica a derrota.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Na primeira etapa, o São Paulo desperdiçou muitas chances de gols e poderia ter goleado os peruanos. Pato abriu o placar e a equipe ficou só nisso. Pablo errou duas vezes e Antony chutou em cima do goleiro, na marca do pênalti. Se o São Paulo fosse eficiente, teria vencido e administrado uma boa vantagem, quando o cansaço chegasse. Não matou o jogo e acabou derrotado. Essa culpa vai para os atletas, horríveis nas finalizações. Fernando Diniz não pode ser apontado como responsável por isso.

Leia também:

O resultado foi péssimo porque o Binacional é limitadíssimo. River Plate e LDU têm todas as condições de vitórias, mesmo atuando na altitude. Agora, o São Paulo é obrigado a bater a LDU, na próxima quarta-feira, para não se complicar com apenas duas rodadas.

Veja mais de Alexandre Praetzel no Yahoo Esportes

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também