São Paulo poderia ter goleado o desfigurado Inter

·1 min de leitura
Gabriel Sara comemora seu gol contra o Internacional. Foto: Marcello Zambrana/AGIF

O São Paulo deu um longo passo para afastar qualquer risco de rebaixamento com a vitória de 1 a 0 sobre o Inter. Talvez tenha sido o melhor primeiro tempo tricolor na Série A, forte, incisivo e ofensivo. O início foi promissor com o gol de Gabriel Sara, aos quatro minutos, indicando que o SP queria muito ganhar o jogo, ao contrário do desfigurado Inter. 

Aliás, enquanto o SP tratou o confronto como decisivo, o Inter foi patético no planejamento, priorizando o Grenal do próximo sábado e descaracterizando a equipe. Yuri Alberto estava escalado, mas apareceu com um "desconforto" no tornozelo, minutos antes da partida. Óbvio que ele foi poupado porque está com dois cartões amarelos. 

Como o SP não tem nada a ver com as ideias equivocadas do Inter, o time partiu para cima e poderia ter vencido com mais facilidade. Criou várias oportunidades de gols e o placar magro saiu barato para o Inter, principalmente, no primeiro tempo. . 

Rogério Ceni escalou o 3-5-2 e mexeu mal, quando sacou Rigoni e Luciano, tirando parte da ofensividade e chamando o Inter para o campo são-paulino. Depois, ele colocou Eder para corrigir o erro, mas o jogo já estava equilibrado, com o Inter vivo até o final. 

Agora, o SP tem mais uma semana de treinos para um duelo direto com o Bahia, em Salvador. O tricolor precisa de oito pontos em 27, para evitar qualquer problema futuro no campeonato e, quem sabe, ficar entre os nove melhores colocados.  

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos