São Paulo fecha patrocínio na manga por R$ 40,5 milhões

·1 min de leitura
Uniforme do São Paulo só tinha a manga não preenchida (Rubens Chiri/São Paulo) (Rubens Chiri/São Paulo)

O São Paulo acertou nas últimas horas o último patrocínio que faltava em seu uniforme: a Bitso, empresa de criptomoedas, estampará sua marca na manga do Tricolor pelos próximos três anos. O Blog apurou que o valor do acordo é o maior da história do clube para tal propriedade: R$ 40,5 milhões.

Desta maneira, o São Paulo terá direito a R$ 13,5 milhões por temporada, o que fará do acordo com a Bitso o segundo maior do clube no momento - a Sportsbet.Io, parceira máster, desembolsa cerca de R$ 25 milhões por ano.

As negociações com a Bitso foram conduzidas pelo presidente do São Paulo, Julio Casares, e pelo diretor de marketing, Eduardo Toni.

O uniforme são-paulino para 2022 já está totalmente preenchido e vai ultrapassar R$ 50 milhões de receita. A título de comparação, no último ano da Era Leco, o Tricolor faturou com marketing míseros R$ 16 milhões.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos