São Paulo fecha maior patrocínio máster de sua história

·1 min de leitura
São Paulo vinha jogando sem patrocínio máster desde março (Rubens Chiri/São Paulo)
São Paulo vinha jogando sem patrocínio máster desde março (Rubens Chiri/São Paulo)

O presidente Julio Casares fechou nesta quarta-feira acordo do novo patrocínio máster do time do São Paulo, o maior desde a fundação do clube. O anúncio será feito nas próximas horas, mas o nome da empresa segue mantido em sigilo.

O Blog apurou que o novo parceiro tricolor não é a Amazon, com quem existe acordo por mais dois jogos, ambos contra o Racing, pelas oitavas de final da Libertadores, nos dias 13 e 20 de julho.

Leia também:

O acordo tem duração de três anos e meio, com valor fixo de R$ 27 milhões por temporada, podendo alcançar R$ 30 milhões dependendo de metas estabelecidas no contrato.

A estreia deve acontecer já no próximo sábado (10), quando o Tricolor enfrenta o Bahia pelo Brasileirão. No entanto, a marca estará fora dos jogos das oitavas da Libertadores por causa das entregas já prometidas para a Amazon.

Casares negociava com duas outras empresas e tirou a quarta-feira para definir a questão. Houve uma reunião pela manhã com o primeiro interessado e outra na hora do almoço, com a segunda empresa.

A busca são-paulina por um máster começou em março, depois do fim do vínculo com o Banco Inter. Recém-empossado presidente do clube, Casares determinou que só bateria o martelo por cifras bem superiores: o Inter estava desembolsava R$ 1 milhão por mês.

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos